Município da Maia lança o "Mobus", novo serviço de transporte público

| Norte
Porto Canal

A Maia tem um novo serviço de transporte público. O Mobus funcionará por marcação e pretende impulsionar o uso de transporte coletivo, dando resposta às populações com menos oferta.

O serviço encontra-se disponível nos dias úteis, entre as 10h00 e as 12h00 e as 14h30 e as 17h00. O pagamento é feito diretamente ao motorista, pelo valor de dois euros por viagem (tarifa fixa).

As reservas devem ser efetuadas até às 17h00 do dia útil anterior ao dia pretendido para a viagem, sendo que aquelas que forem efetuadas após essa hora ficam sujeitas a integração nas viagens já programadas.

Dos pontos aglomeradores fazem parte: Apeadeiro do Leandro; Centro de Vacinação – JF Gemunde; Fórum Maia; ISMAI – Metro; J.F. Moreira; J.F. Santa Maria de Avioso; J.F. Castelo da Maia; J.F. Folgosa; J.F. Nogueira e Silva Escura; J.F. São Pedro de Fins; J.F. Vila Nova da Telha; MaiaShopping; Parque de Avioso.

O novo transporte flexível pretende “complementar a oferta atual dos transportes e promover a equidade destes serviços”, afirmou o vereador da Mobilidade da Câmara da Maia, Mário Nuno Neves.

“A ideia surge da necessidade, há áreas do concelho que não têm tanta oferta de transportes. Isto é uma medida que promove a equidade dos serviços que prestam”, acrescentou.

O Mobus, que entrou em funcionamento nesta quarta-feira, faz parte do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Maia. Entre as medidas previstas estão o alargamento de vias pedonais, o uso da bicicleta e a promoção da intermodalidade, incluindo um novo sistema de estacionamento.

+ notícias: Norte

Continua tudo na mesma. Comboio da CP com destino ao Pocinho sobrelotado

Pouco mais de uma semana depois, o Porto Canal teve acesso a imagens exclusivas que mostram um comboio da CP na linha do Douro completamente sobrelotado.

Dois homens esfaqueados na rua em Braga. Agressor em fuga

Dois homens foram esfaqueados na tarde desta quarta-feira, na Rua de Ambrósio dos Santos, em São Vítor, em Braga, e foram transportados para o Hospital de Braga com ferimentos ligeiros. O agressor fugiu e está a ser procurado pela PSP.

TAP não aposta na Europa, mas low costs reforçam destinos. Como vai ser o inverno no Aeroporto do Porto?

A TAP vai manter, no inverno de 2022, a estratégia utilizada no ano passado para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro: apostar nas ligações diretas com o Brasil e na ponte aérea para Lisboa. De fora do investimento da companhia área nacional ficam, mais uma vez, os principais destinos europeus, mas as low costs vão tentar suprir as necessidades da região norte. É o retrato da temporada de inverno no Aeroporto do Porto, que arranca já no mês de novembro.