Morte de Vítor Aguiar e Silva é "perda impossível de reparar" para líder da CCDR-N

| Porto
Porto Canal / Agências

A morte, hoje, do professor universitário e vencedor do Prémio Camões 2020, Vítor Aguiar e Silva, "é uma perda impossível de reparar", afirmou hoje o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte, António Cunha.

Numa publicação na rede social Twitter, António Cunha escreveu: "É uma perda impossível de reparar aquela que a partida de Vítor Aguiar e Silva no deixa. Lamento-a profundamente. Foi um amigo inspirador, mas mais do que isso uma personalidade maior na promoção da cultura e literatura portuguesas".

A Universidade do Minho (UMinho) anunciou hoje a morte do académico de 82 anos.

"Conheci-o de perto, como insigne camonista e académico e sou testemunha da sua grandeza humanista e intelectual, reconhecida na atribuição do Prémio Camões em 2020", acrescenta o responsável da CCDR-N.

António Cunha termina a publicação afirmando que "deixa saudade, mas também um valioso legado de pensamento para o futuro".

Professor da UMinho desde 1989, Vítor Aguiar e Silva foi professor catedrático do Instituto de Letras e Ciências Humanas, fundou e dirigiu o Centro de Estudos Humanísticos e a revista Diacrítica.

Adicionalmente, desempenhou as funções de vice-reitor da UMinho, de junho de 1990 a julho de 2002, quando se aposentou.

O ensaísta recebeu vários prémios, entre os quais o Prémio Vergílio Ferreira de 2002, atribuído pela Universidade de Évora, o Prémio Vida Literária, em 2007, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores e pela Caixa Geral de Depósitos, o Prémio Vasco Graça Moura de Cidadania Cultural, em 2018, e o Prémio Camões, em 2020.

Na altura, o júri do Prémio Camões justificou a escolha pela "importância transversal da sua obra ensaística, e o seu papel activo relativamente às questões da política da língua portuguesa e ao cânone das literaturas de língua portuguesa".

"No âmbito da teoria literária, a sua obra reconfigurou a fisionomia dos estudos literários em todos os países de língua portuguesa. Objecto de sucessivas reformulações, a Teoria da Literatura constitui-se como exemplo emblemático de um pensamento sistematizador que continuamente se revisita. Releve-se igualmente o importante contributo dos seus estudos sobre Camões", acrescentou o júri.

Em 05 de outubro de 2004, tinha sido agraciado pelo Presidente da República com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública.

+ notícias: Porto

Jovem de 19 anos morre em acidente de mota no Porto 

Uma jovem de 19 anos morreu esta sexta-feira de madrugada num despiste de mota no Porto. O acidente aconteceu pelas 3h45 e provocou ainda um ferido grave, um homem com cerca de 30 anos. 

Camião 'engolido' em aluimento de terras no centro do Porto

Um veículo pesado foi esta quinta-feira engolido na Rua Trindade Coelho, na zona entre a interseção com a Rua das Flores e o Largo dos Loios.

Coliseu do Porto recebe 150 espetáculos de música, dança, teatro e ópera em 2023

A programação do Coliseu do Porto para 2023 inclui 150 espetáculos, entre concertos, bailados, teatro, ópera, dança, comédia ou espetáculos infantojuvenis e pretende “dar continuidade às linhas programáticas fundamentais da intervenção” daquela casa de espetáculos.