Ministro das Finanças lamenta não poder contar com "valioso contributo" de Sérgio Figueiredo

Ministro das Finanças lamenta não poder contar com "valioso contributo" de Sérgio Figueiredo
| Política
Porto Canal / Agências

O ministro das Finanças, Fernando Medina, lamentou hoje "não poder contar com o valioso contributo de Sérgio Figueiredo ao serviço do interesse público", após a renúncia do antigo diretor de informação da TVI ao cargo de consultor do ministro.

"Lamento profundamente a decisão anunciada por Sérgio Figueiredo, mas compreendo muito bem as razões que a motivaram", começou por afirmar Fernando Medina, em comunicado enviado às redações, sobre a decisão de Sérgio Figueiredo de não prestar os serviços de consultoria para o gabinete do ministro das Finanças.

O ministro das Finanças vincou lamentar "não poder contar com o valioso contributo de Sérgio Figueiredo ao serviço do interesse público".

+ notícias: Política

Aeroporto: Costa elogia PSD mas avisa que usa a maioria do PS se no final não houver acordo

O primeiro-ministro considerou esta terça-feira que o PSD demonstra vontade efetiva de chegar a um acordo sobre o novo aeroporto de Lisboa, mas avisou que usará a maioria PS se no final do processo estabelecido se verificarem divergências.

MAI diz que novo plano de investimentos para forças de segurança é oportunidade para o país

O ministro da Administração Interna disse esta terça-feira que o novo plano de investimento em infraestruturas e equipamentos das forças de segurança até 2026 é “uma oportunidade” para o país e para a resolução dos problemas das polícias.

Santos Silva diz que tem chamado a atenção para as duas vagas na vice-presidência da AR

O presidente do parlamento afirmou esta terça-feira que tem regularmente chamado a atenção dos partidos para as duas vagas na vice-presidência da Assembleia da República e mostrou-se confiante que uma nova candidatura da Iniciativa Liberal teria sucesso.