Johnson & Johnson suspende venda de pó de talco para bebés em todo o mundo em 2023

Johnson & Johnson suspende venda de pó de talco para bebés em todo o mundo em 2023
| Mundo
Porto Canal / Agências

A Johnson & Johnson vai suspender em 2023 a venda do pó de talco para bebés em todo o mundo, após milhares de reclamações sobre a segurança do produto, suspenso já há dois anos nos Estados Unidos e Canadá.

Num breve comunicado, a farmacêutica norte-americana divulgou esta quinta-feira que tomou a "decisão comercial" de substituir o talco por amido de milho neste produto infantil, depois de ser alvo de cerca de 38.000 ações judiciais.

As queixas vinculam a utilização a longo prazo do pó de talco ao desenvolvimento de cancro, embora a farmacêutica continue a negar que o produto seja a causa.

No final de 2018, surgiram informações a indicar que a Johnson & Johnson (J&J) sabia há décadas que o seu pó de talco continha asbesto, um mineral com composição e características semelhantes às do amianto e com efeitos nocivos para a saúde.

Desde então, a J&J enfrentou milhares de ações judiciais que acusam a fabricante de ter contribuído para o desenvolvimento do cancro nos ovários em consumidoras do produto, circunstância que a empresa nega e que a cada ano a leva a gastar milhões de dólares em casos judiciais.

"A nossa posição sobre a segurança de nosso pó cosmético permanece inalterada. Apoiamos fortemente as décadas de análise científica por médicos especialistas em todo o mundo, confirmando que o pó de talco para bebés da Johnson é seguro, não contém asbesto e não causa cancro", referiu a farmacêutica norte-americana.

A empresa enfrenta outros problemas legais nos EUA e concordou no início deste ano pagar milhões de dólares a vários estados, juntamente com outros grandes distribuidores de medicamentos, assumindo a sua responsabilidade na crise dos opiáceos.

Nas últimas duas décadas, as mortes de mais de 500.000 norte-americanos foram associadas a overdoses de opiáceos, incluindo analgésicos prescritos e drogas ilícitas, como heroína e fentanil produzido ilegalmente.

+ notícias: Mundo

Comunidade Política Europeia reúne-se pela primeira vez em Praga e 'isola' Rússia

O Castelo de Praga recebe esta quinta-feira a primeira reunião da recém-formada Comunidade Política Europeia, com os 27 líderes da União Europeia e de 17 outros países a discutirem a segurança e paz no continente europeu, num contexto de guerra.

Ataque armado a creche provoca mais de 30 mortos na Tailândia 

Um ataque armado numa creche, na província de Nong Bua Lamphu, no nordeste da Tailândia, fez pelo menos 34 mortos, incluindo 23 crianças, confirmou a polícia local, citada pela agência AFP.

Estados Unidos mobilizam porta-aviões e Coreia do Norte responde com mais dois mísseis balísticos

A Coreia do Norte lançou, esta quinta-feira, mais dois mísseis balísticos de curto alcance, em direção às suas águas, depois de os Estados Unidos terem destacado um porta-aviões para perto da península coreana.