Morreu o cartoonista francês Jean-Jacques Sempé, autor de "O Menino Nicolau"

Morreu o cartoonista francês Jean-Jacques Sempé, autor de "O Menino Nicolau"
newsinfrance
| Mundo
Porto Canal / Agências

O cartoonista francês Jean-Jacques Sempé, conhecido pelas suas ilustrações em "O Menino Nicolau" e pelos seus desenhos humorísticos nos jornais, morreu hoje aos 89 anos, confirmou a sua mulher, Martine Gossieaux Sempé, à agência de notícias AFP.

"O desenhador de humor Jean-Jacques Sempé morreu de forma pacífica [hoje] à noite, 11 de agosto [de 2022], com 89 anos, na sua casa de férias, junto da sua mulher e amigos próximos", disse o seu biógrafo e amigo, Marc Lecarpentier, num comunicado enviado à AFP.

Jean-Jacques Sempé, em conjunto com o escritor René Goscinny, criou os desenhos de "O Menino Nicolau" na década de 1950 e foi autor de várias vinhetas de banda desenhada.

Nascido em Bordéus em 17 de agosto de 1932, Sempé, apelido com que assinou e pelo qual ficou conhecido, começou por publicar desenhos na imprensa regional antes de chamar a atenção de jornais internacionais como o "The New Yorker", para o qual traçou muitas primeiras páginas que contribuíram para a sua reputação internacional.

+ notícias: Mundo

Comunidade Política Europeia reúne-se pela primeira vez em Praga e 'isola' Rússia

O Castelo de Praga recebe esta quinta-feira a primeira reunião da recém-formada Comunidade Política Europeia, com os 27 líderes da União Europeia e de 17 outros países a discutirem a segurança e paz no continente europeu, num contexto de guerra.

Ataque armado a creche provoca mais de 30 mortos na Tailândia 

Um ataque armado numa creche, na província de Nong Bua Lamphu, no nordeste da Tailândia, fez pelo menos 34 mortos, incluindo 23 crianças, confirmou a polícia local, citada pela agência AFP.

Estados Unidos mobilizam porta-aviões e Coreia do Norte responde com mais dois mísseis balísticos

A Coreia do Norte lançou, esta quinta-feira, mais dois mísseis balísticos de curto alcance, em direção às suas águas, depois de os Estados Unidos terem destacado um porta-aviões para perto da península coreana.