Autoridades proibem banhos em praias de Matosinhos. Veja aqui quais e porquê

Autoridades proibem banhos em praias de Matosinhos. Veja aqui quais e porquê
| Norte
Porto Canal / Agências

As praias de Matosinhos em que os banhos tinham sido desaconselhados pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) na terça-feira, após um incêndio numa fábrica de tintas, foram hoje interditadas, indicou à Lusa o capitão do porto do Douro.

"Confirmo", respondeu o capitão Silva Rocha ao contacto da agência Lusa, que o tinha questionado relativamente às cinco praias em que os banhos tinham sido desaconselhados pela APA na terça-feira, na sequência de um foco de poluição causado por um incêndio numa fábrica de tintas, em Leça da Palmeira, Matosinhos (distrito do Porto).

A prática balnear foi desaconselhada nas praias do Aterro, Azul-Conchinha, Boa Nova-Senhora, Fuzelhas e Leça da Palmeira, até “as análises à água indicarem que os valores se encontram dentro dos parâmetros de referência”, divulgou a Autoridade Marítima Nacional (AMN) em comunicado, na terça-feira.

Hoje, a prática balnear ficou interdita, segundo indicou à Lusa o capitão do porto do Douro.

A APA e a Unidade de Saúde Pública de Matosinhos foram contactadas pelas 22:00 de segunda-feira, na sequência de um incêndio que deflagrou ao início da noite numa fábrica de tintas em Leça da Palmeira.

A Proteção Civil de Matosinhos alertou as autoridades para a possibilidade de surgir um foco de poluição no mar, devido ao rápido deslocamento das águas residuais, através do sistema de águas pluviais, até uma ribeira que desagua na praia Azul.

“Na sequência do alerta foram de imediato ativados para o local elementos do comando-local da Polícia Marítima e da Capitania do Porto de Leixões, bem como do Departamento Marítimo do Norte, que constataram a presença de um foco de poluição numa zona de difícil acesso, tendo sido contactada posteriormente uma empresa especializada para proceder à recolha do material poluente”, explicou a AMN na nota de imprensa.

O incêndio, que começou por volta das 19:45, foi controlado e extinto durante a tarde de segunda-feira por diversas corporações de bombeiros de Matosinhos, Gondomar e Maia, acrescentou ainda.

A Câmara de Matosinhos também divulgou, em comunicado, o desaconselhamento de banhos nas cinco praias “até indicação em contrário”, apelando ainda “à compreensão” dos cidadãos.

+ notícias: Norte

Câmara de Valongo vai contrair empréstimo de 1,8ME para acabar Oficina do Brinquedo

A Câmara de Valongo aprovou terça-feira, com a abstenção do PSD, contrair um empréstimo de médio/longo prazo até ao montante de 1.850.934,28 euros para a construção da Oficina do Brinquedo Tradicional Português, indicou o município de maioria socialista.

À 7ª não foi de vez. "Rei dos Catalisadores" volta a ser libertado 

Vítor Macedo, de 30 anos, conhecido como o "rei dos catalisadores", foi detido pela PSP, esta segunda-feira, junto ao Bairro da Pasteleira Nova no Porto. É a sétima detenção desde maio deste ano e, tal como anteriormente, saiu em liberdade.

Enfermeiros protestam em Vila Real por pagamento "justo" de horas extraordinárias

Enfermeiros do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro manifestaram-se esta terça-feira, em Vila Real, para exigir o “pagamento justo” e a “devida contabilização” das horas extraordinárias por parte do conselho de administração.