Disparos de 'rockets' a partir de Gaza sobre Israel fazem soar alarmes

| Mundo
Porto Canal / Agências

Milícias palestinianas dispararam hoje vários 'rockets' sobre Israel a partir da faixa de Gaza, relataram jornalistas da France-Presse no local, enquanto a televisão israelita avançou que pelo menos dois foram intercetados.

A TV israelita mostrou imagens da interceção dos 'rockets' e o exército israelita informou que as sirenes de ataque aéreo soaram no centro de Israel.

Os disparos foram realizados da Faixa de Gaza para Israel, disseram jornalistas da AFP no enclave palestiniano, após ataques do exército israelita que mataram combatentes de grupos armados e civis palestinianos.

As sirenes de alarme soavam nas localidades israelitas de Yavne e Lachish, a norte do território palestiniano.

Ataques aéreos efetuados hoje pelo exército israelita contra a Faixa de Gaza provocaram pelo menos 10 mortos, entre eles um comandante do grupo radical palestiniano, e cerca de 40 feridos, indicaram fontes palestinianas.

Israel tinha anunciado o ataque ao enclave, justificando a operação com os rumores sobre a possibilidade de ações armadas de retaliação a partir do enclave palestiniano após a prisão, segunda-feira, de Bassem Saadi, um alto dirigente da organização Jihad Islâmica na Cisjordânia.

O Ministério da Saúde palestiniano indicou que pelo menos 10 pessoas morreram nos ataques, incluindo uma menina de cinco anos e um dos comandantes da organização em Gaza, Taiseer al-Jabari.

+ notícias: Mundo

Johnson & Johnson suspende venda de pó de talco para bebés em todo o mundo em 2023

A Johnson & Johnson vai suspender em 2023 a venda do pó de talco para bebés em todo o mundo, após milhares de reclamações sobre a segurança do produto, suspenso já há dois anos nos Estados Unidos e Canadá.

Morreu o cartoonista francês Jean-Jacques Sempé, autor de "O Menino Nicolau"

O cartoonista francês Jean-Jacques Sempé, conhecido pelas suas ilustrações em "O Menino Nicolau" e pelos seus desenhos humorísticos nos jornais, morreu hoje aos 89 anos, confirmou a sua mulher, Martine Gossieaux Sempé, à agência de notícias AFP.

Julho foi dos meses mais quentes jamais registados no mundo

O mês passado foi um dos julhos mais quentes jamais registados no mundo, indicou, esta terça-feira, a Organização Meteorológica Mundial (OMM), uma agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU) com sede em Genebra.