Número de impostos pagos a prestações duplicou. Pandemia é a principal justificação

Número de impostos pagos a prestações duplicou. Pandemia é a principal justificação
| Economia
Porto Canal

A Autoridade Tributária Financeira registou, só no ano passado, quase 180 mil impostos, desde planos de IRS e IRC, pagos a prestações. A notícia avançada pelo 'Jornal de Notícias', confirma que esse número duplicou e aponta a pandemia Covid-19 como a principal culpada, visto que muitos dos portugueses deixaram de ter os mesmo rendimentos ou até nenhuns.

No entanto, o pagamento a prestações implica juros atualmente abaixo da inflação mas, mesmo assim,  essa opção continua a ser escolhida pelos contrubuintes.

 

+ notícias: Economia

Gasolina vendida 1,8 cêntimos e gasóleo 2,2 cêntimos acima da referência

A média dos preços nas gasolineiras ficou, na semana entre 08 e 14 de agosto, no caso da gasolina, 1,8 cêntimos e no gasóleo 2,2 cêntimos acima do preço médio semanal determinado pela ERSE, segundo a entidade.

Lisboa, Funchal e Porto registam crescimento de dormidas em junho face a 2019

Lisboa, Funchal e Porto registaram crescimento de dormidas em junho face a 2019, sendo "mais expressivos nos residentes", de acordo com dados da atividade turística hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Passageiros nos aeroportos sobem 344% no 1.º semestre e aproximam-se de valores pré-pandemia

O número de passageiros movimentados nos aeroportos nacionais subiu 344% no primeiro semestre em termos homólogos, para 24,3 milhões, com o mês de junho a crescer 186%, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).