Marcelo chega à Feira de S. Mateus de comboio e é recebido com beijos e 'selfies'

| Política
Porto Canal / Agências

O Presidente da República chegou quinta-feira à Feira de São Mateus, em Viseu, de comboio turístico, sendo recebido por um 'mar' de gente, com muitos beijos e 'selfies' com 'miúdos e graúdos'.

Durante a cerimónia de inauguração da 630.ª edição da Feira de São Mateus, que decorre na cidade de Viseu até 21 de setembro, Marcelo Recebo de Sousa destacou a importância do certame, onde já esteve por 19 vezes.

"É pouco, mas apesar de tudo 19 vezes significa o amor que tenho à Feira de São Mateus", referiu, acrescentando que não podia faltar a esta festa no Centro de Portugal.

O Presidente da República demorou quase duas horas para percorrer pouco mais de 300 metros, sendo constantemente solicitado para mais uma 'selfie', por 'miúdos e graúdos'.

Entre empurrões e apertos, todos tentavam cumprimentar Marcelo Rebelo de Sousa, que prontamente se disponibilizava para pegar no telemóvel e tirar mais uma 'selfie'.

"É o calor viseense. O presidente da Câmara [de Viseu, Fernando Ruas] é tão popular, que fui apanhado na onda", disse aos jornalistas.

Esperando que a Feira Franca "bata todos os recordes" e que ultrapasse o 1,2 milhões de visitantes, o Presidente da República prometeu voltar, a 20 ou 27 de agosto, "a uma hora imprevisível".

"Vi a abertura, o fogo de artifício e o início musical, mas não vi pavilhões. Comi uma fartura", concluiu, antes de abandonar o recinto, já passava da meia noite.

+ notícias: Política

Grupo dos 50 responsabiliza a ministra da Saúde e gestores pela crise nas Urgências

O Grupo dos 50 responsabiliza a ministra da Saúde e gestores pela crise nas Urgências. Este grupo, do qual fazem parte personalidades das mais variadas áreas da sociedade civil, critica a realidade que tem marcado sobretudo os Serviços de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia e apela ao Governo para que avance rapidamente com medidas estruturais que garantam a continuidade do Serviço Nacional de Saúde.

Montenegro propõe programa de emergência social no valor de mil milhões de euros

O presidente do PSD anunciou, domingo, que o partido entregou no parlamento uma proposta de programa de emergência social para o período de setembro a dezembro, no valor global de mil milhões de euros de ajuda aos mais necessitados.

Cotrim de Figueiredo acusa PS de transformar Portugal em país "medíocre e incapaz"

O presidente da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim de Figueiredo, acusou hoje o PS de estar a transformar Portugal num “país medíocre e incapaz”, com uma visão da maioria absoluta “autoritária e prepotente”.