Terras de Trás-os-Montes lança estudo para identificar disponibilidades de água

| Norte
Porto Canal / Agências

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Terras de Trás-os-Montes vai estudar as disponibilidades de água para desenvolver o potencial agrícola da região com um plano de regadio que sirva também para outros usos, divulgou hoje aquela entidade.

O Conselho Intermunicipal da CIM aprovou a abertura de um concurso de cerca de 153 mil euros para estudar o potencial hidroagrícola desta região, um trabalho que "deverá estar concluído até ao final de junho de 2023", de acordo com informação divulgada em comunicado.

O propósito deste trabalho é, como explica, "identificar as disponibilidades de água e as culturas e áreas a submeter a regadio, e avaliar soluções técnicas para infraestruturar essas áreas, em conjunto com outras possíveis utilizações, numa perspetiva de usos múltiplos".

O estudo é financiado pelo Programa Operacional (PO) do Norte 2020 e abrange os nove concelhos do distrito de Bragança que constituem esta CIM, nomeadamente Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais.

"Trata-se de um passo importante para a implementação de uma estratégia integrada neste campo, garantido a competitividade do setor agrícola", refere, no comunicado.

A Comunidade Intermunicipal sustenta ainda que o concurso público para a realização do estudo "vai ao encontro da estratégia das Terras de Trás-os-Montes no âmbito da competitividade e coesão", que é "elaborar e implementar um plano de regadios".

Este plano, acrescenta, envolve "a construção, requalificação e gestão integrada de regadios com o objetivo de dinamizar a produção vegetal e, em particular, os produtos hortícolas e frutícolas".

Os nove autarcas da CIM das Terras de Trás-os-Montes consideram que "o investimento no regadio é determinante para o futuro da agricultura, para o desenvolvimento da economia e para o aumento da coesão territorial, constituindo-se também como uma das medidas de mitigação dos efeitos das alterações climáticas".

A CIM Terras de Trás-os-Montes salienta que "sete dos nove concelhos estão incluídos em áreas classificadas como suscetíveis de desertificação e com carência de regadio elevada ou muito elevada".

"A elaboração deste estudo é fundamental para potenciar o desenvolvimento sustentável da agricultura, contrariando a desertificação a que o território está exposto", defende.

+ notícias: Norte

Populares e ativistas marcaram presença num protesto contra a exploração de lítio na mina do Barroso

Na manhã desta terça-feira, dezenas de populares e ativistas marcaram presença numa manifestação contra a exploração de lítio na mina do Barroso. A arruada simbólica serviu de alerta para os impactos ambientais e para a escassez de água de que a região enfrenta e que a extração mineira pode agravar.

Trabalhadores da maior produtora de cogumelos frescos em greve por melhores salários e condições de trabalho

Os trabalhadores das unidades de produção da maior produtora de cogumelos frescos do país estiveram em greve ao longo desta terça-feira. Ao que apurou o Porto Canal, os trabalhadores exigem um aumento dos salários, do subsídio de alimentação e ainda melhores condições de trabalho.

Uso "desenfreado" de trotinetes aumentou "medo de usar o espaço público" em invisuais

O uso "desenfreado e sem civismo" de trotinetes aumentou o medo de usar o espaço público nas pessoas invisuais, agudizando o sentimento de isolamento de quem não vê, denunciou esta terça-feira a Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal.