Escusa de responsabilidade dos médicos tem como objetivo "fazer com que o Ministério da Saúde acelere o processo negocial com os sindicatos"

| Política
Porto Canal

Jorge Roque da Cunha, Presidente do Sindicato Independente dos Médicos, disse em declarações ao Porto Canal, na manhã desta quarta-feira, que o pedido de escusa de responsabilidade por parte dos médicos internos de Ginecologia e Obstetrícia de todo o país tem como objetivo "fazer com que o Ministério da Saúde acelere o processo negocial que iniciou com os sindicatos".

Ainda assim, Roque da Cunha salientou que "estar seis/oito meses nesta situação não é admissível", existe a necessidade de "ultrapassar uma situação que é emergente".

+ notícias: Política

Grupo dos 50 responsabiliza a ministra da Saúde e gestores pela crise nas Urgências

O Grupo dos 50 responsabiliza a ministra da Saúde e gestores pela crise nas Urgências. Este grupo, do qual fazem parte personalidades das mais variadas áreas da sociedade civil, critica a realidade que tem marcado sobretudo os Serviços de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia e apela ao Governo para que avance rapidamente com medidas estruturais que garantam a continuidade do Serviço Nacional de Saúde.

Montenegro propõe programa de emergência social no valor de mil milhões de euros

O presidente do PSD anunciou, domingo, que o partido entregou no parlamento uma proposta de programa de emergência social para o período de setembro a dezembro, no valor global de mil milhões de euros de ajuda aos mais necessitados.

Cotrim de Figueiredo acusa PS de transformar Portugal em país "medíocre e incapaz"

O presidente da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim de Figueiredo, acusou hoje o PS de estar a transformar Portugal num “país medíocre e incapaz”, com uma visão da maioria absoluta “autoritária e prepotente”.