Presidente da FIM diz que regresso do MotoGP a Portugal "mostra confiança"

| Desporto
Porto Canal / Agências

O presidente da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), o português Jorge Viegas, disse hoje que o regresso do Mundial de MotoGP ao Algarve "mostra bem a confiança na organização do GP de Portugal e na excelência do circuito".

Em declarações à agência Lusa, o presidente da entidade máxima do motociclismo mundial assumiu que a escolha do Algarve para acolher a ronda de abertura do campeonato do mundo de velocidade em 2023, decisão hoje anunciada, "também tem a ver com o clima".

"Pensamos que há boas hipóteses de não chover. Espero muito público presente e espero que possa ser um bom espetáculo", disse Jorge Viegas.

Desde 2006 que o campeonato não começava na Europa, com o circuito de Losail, no Qatar, a acolher as primeiras rondas desde 2007.

No entanto, Jorge Viegas explicou à Lusa que o circuito qatari "está a sofrer grandes obras de remodelação", com a construção "de um paddock, que antes estava em contentores", pelo que, em 2023, o GP do Qatar "será uma das últimas provas da temporada".

Apesar de não querer desvendar, "para já, o calendário", Jorge Viegas revelou, no entanto, que, a seguir a Portugal, a caravana do Mundial deve seguir "para fora da Europa", pelo que estão reunidos os ingredientes para que a prova portuguesa "tenha muito público".

"Quisemos anunciar já que o campeonato começa em Portugal para dar tempo às equipas para se prepararem e para o AIA [Autódromo Internacional do Algarve] ter tempo para fazer uma boa promoção do evento, para termos bastante público", frisou.

O GP de Espanha, em Jerez de la Frontera, deverá manter a sua data habitual, no início de maio.

O facto de em 2022 a prova espanhola ter decorrido uma semana depois do evento português terá contribuído para afastar muito público das bancadas algarvias.

Esta será a 19.ª vez que Portugal acolhe uma prova do Mundial de Velocidade em Motociclismo.

A história do Grande Prémio de Portugal de motociclismo de velocidade começou em 1987 mas, nesse ano, a prova disputou-se no circuito madrileno de Jarama, em Espanha, com triunfo do norte-americano Eddie Lawson (Yamaha).

Também no ano seguinte esteve prevista uma segunda edição do Grande Prémio de Portugal em território espanhol, no circuito andaluz de Jerez de la Frontera, mas, à última da hora, o Governo português não autorizou o uso da denominação, pelo que a prova passou, oficialmente, a ser o GP Expo92, de Sevilha.

A partir de 2000, o Grande Prémio de Portugal regressou ao Mundial, já em solo nacional, no circuito do Estoril, onde se manteve até 2012.

A pandemia de covid-19 fez a caravana regressar a Portugal, em 2020, mas para o Algarve, que se tornou no 72.º circuito diferente a receber uma prova do Mundial, além do 29.º traçado a acolher a classe rainha do campeonato, que, desde 2002, se denomina MotoGP.

Já no Algarve, o português Miguel Oliveira (KTM) venceu na primeira visita da prova a Portimão, em 2020.

Em 2022, Fabio Quartaro (Yamaha) foi o vencedor, com o português Miguel Oliveira a ser quinto classificado.

+ notícias: Desporto

PSP suspeita de No Name Boys nos desacatos em Guimarães. Investigações já estão em curso

23 portugueses foram identificados pela Polícia de Segurança Pública na sequência das perturbações na cidade por parte de adeptos do Hajduk Split. O Porto Canal avançou em primeira mão que estes portugueses se tratavam de membros da claque No Name Boys. Agora, o jornal PÚBLICO confirma que a PSP já iniciou investigações ao grupo benfiquista.

SC Tomar vai ser adversário do FC Porto na Elite Cup 

Os Campeões Nacionais de Hóquei em Patins conheceram, esta quarta-feira, o adversário para a Elite Cup: o SC Tomar. 

Adeptos croatas destroem Centro Histórico de Guimarães. Autarca da cidade contesta atuação da polícia

Foram identificados pelas autoridades 154 adeptos, entre simpatizantes do clube croata Hadjuk Split e 23 portugueses, na sequência dos desacatos que ocorreram, na noite de terça-feira, na cidade de Guimarães e que se prolongaram até à cidade do Porto.