Ministro Administração Interna anuncia esquadra móvel da PSP no Porto

Ministro Administração Interna anuncia esquadra móvel da PSP no Porto
| Política
Porto Canal / Agências

O Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro anunciou na tarde desta segunda-feira uma esquadra móvel da PSP no Porto de modo a reforçar o policiamento na cidade Invicta.

José Luís Carneiro garantiu que a "esquadra móvel da PSP" entrará em funcionamento já a partir do próximo sábado.

"Vamos avançar com unidades móveis de atendimento. Iremos encetar a 30 de julho, sábado pelas 12 horas, e queremos que essas unidades moveis de atendimento se deslocalizem para os locais onde há maior fluxo de turismo, no período de verão, nos diferentes espaços da cidade do Porto ", explicou o Ministro da Administração Interna.

Atualizado 25-07-2022 19:07

O ministro da Administração Interna vai ainda reunir-se hoje com o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, nos Paços do Concelho.

Nesse âmbito, o governante disse ainda que pretende "dar seguimento a uma proposta" do autarca independente de utilizar espaços como Lojas do Cidadão e postos de atendimento aos turistas para "criar unidades de atendimento com recurso aos espaços municipais".

"Se as autarquias de freguesia assim o quiserem, podemos criar também essas unidades de atendimento nas freguesias", uma vez que "há matérias que são de cariz administrativo, que não são de natureza criminal", permitindo libertar "recursos humanos para poderem estar no patrulhamento", disse José Luís Carneiro.

Relativamente à polémica relacionada com a esquadra no Infante, no centro histórico da cidade, cujo atendimento ao público encerrou parcialmente, José Luís Carneiro disse que aquele estabelecimento tinha "uma média, por dia, de sete atendimentos" realizados por doze polícias.

Dizendo que a comandante do Comando Metropolitano do Porto, Paula Peneda, "tomou a decisão de manter o patrulhamento", José Luís Carneiro classificou-a como "uma boa decisão, dado que, como se vê, os números assim o justificam e assim o fundamentam".

"É uma prática já com alguns anos, não é nada de novo. Foi novo na esquadra do Infante, mas nas outras esquadras não é nada de novo, pelo menos há mais de cinco anos que essa experiência se desenvolve", completou, comparando o funcionamento às das escalas das farmácias.

No domingo, em declarações à Lusa, o presidente da Câmara do Porto reagiu ao edital publicado naquela esquadra da baixa do Porto, no qual se lê que "por imperativos de ordem operacional o serviço de atendimento ao público está suspenso até às 16:00".

"Fui completamente surpreendido. Aliás, hoje falei com o comandante [da Polícia Municipal do Porto] Leitão da Silva e tive o cuidado de lhe perguntar se ele sabia de alguma coisa e ele [respondeu que] não sabia de nada. É uma situação que me preocupa muito", disse no domingo o autarca.

+ notícias: Política

Aprovada comissão de inquérito à TAP 

A proposta do BE para constituir uma comissão de inquérito à tutela política da gestão da TAP foi esta sexta-feira aprovada no parlamento, contando com a abstenção do PS e PCP e os votos a favor dos restantes.

Parlamento vive mais um momento de tensão. Chega ergue cartazes contra Catarina Martins e acaba criticado

Depois da confirmação do Parlamento, esta sexta-feira, para a recusa de levantamento da imunidade parlamentar à líder do Bloco de Esquerda, os deputados do Chega levantaram-se e ergueram cartazes com a fotografia de Catarina Martins e com a palavra “impunidade” por baixo, enquanto batiam nas mesas.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.