Ucrânia: Bruxelas propõe nova ajuda macrofinanceira de mil milhões de euros

| Mundo
Porto Canal / Agências

Bruxelas, 01 jul 2022 (Lusa) -- A Comissão Europeia propôs hoje uma nova assistência macrofinanceira à Ucrânia no valor de mil milhões de euros, a primeira fatia de um pacote no valor de nove mil milhões de euros, aprovado em maio.

A proposta de hoje integra "um esforço extraordinário" da União Europeia (UE), juntamente com a comunidade internacional, para ajudar a Ucrânia a responder às necessidades financeiras resultantes da invasão da Rússia.

Juntando com outro financiamento já entregue no primeiro semestre, de 1,2 mil milhões de euros, a Ucrânia vai receber 2,2 mil milhões de ajuda macrofinanceira, montante que poderá chegar aos dez mil milhões de euros, uma vez que o programa esteja completamente operacional.

Nos termos da proposta de hoje, os fundos de assistência serão disponibilizados à Ucrânia sob a forma de empréstimos a longo prazo, em condições favoráveis.

A assistência apoiará a estabilidade macroeconómica e a resiliência global da Ucrânia no contexto da agressão militar russa e dos subsequentes desafios económicos.

A Ucrânia terá acesso à verba hoje proposta de mil milhões de urros assim que o Parlamento Europeu e o Conselho da UE derem o seu aval e os correspondentes Memorando de Entendimento e Acordo de Empréstimo estiverem assinados com as autoridade de Kiev.

A Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro, ofensiva que foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para Kiev e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

IG // PDF

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Julho foi dos meses mais quentes jamais registados no mundo

O mês passado foi um dos julhos mais quentes jamais registados no mundo, indicou, esta terça-feira, a Organização Meteorológica Mundial (OMM), uma agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU) com sede em Genebra.

China detecta 35 casos humanos de um novo vírus de origem animal

Um estudo científico revelou a deteção em duas províncias da China de 35 infeções em seres humanos de um novo vírus de origem animal, da família dos Henipavírus, informou esta terça-feira a imprensa estatal do país asiático.

Fornecimento de petróleo russo via Ucrânia foi interrompido

As entregas de petróleo russo a três países europeus através da Ucrânia foram interrompidas após a recusa de uma transação bancária ligada às sanções contra Moscovo, anunciou hoje a empresa russa responsável pelo transporte.