Depois da insolvência como estará agora recuperar a empresa têxtil Coelima?

| Norte
Porto Canal

Em 2021 a empresa têxtil Coelima, de Guimarães, pediu à insolvência e acabou por ser comprada em junho, pela Mabera. Um ano depois de toda esta situação, o Porto Canal foi perceber como está a recuperar esta fábrica histórica de têxteis-lar, a comemorar 100 anos.

Ao que apurou o Porto Canal no local, a empresa tem agora uma taxa de cumprimento de prazos de entrega de encomendas de quase 100%, mas ainda com um longo trabalho de recuperação pela frente, admitiu o Diretor Geral da empresa.

Para além deste longo trabalho de recuperação meteu-se pelo caminho os impactos da guerra na Ucrânia que a média e longo prazo se fazem sentir.

Ao que o Porto Canal sabe, a empresa está agora a apostar em vestuário de dormir e produtos sustentáveis, visto que a ideia é diversificar a oferta e conseguir novos clientes.

+ notícias: Norte

Combate estabilizado no Marão com previsão de melhorias à noite

O combate ao incêndio que lavra na serra do Marão, em Vila Real, está estabilizado, apesar da maior intensidade do vento, sendo esperadas melhorias com o cair da noite, disse à Lusa o segundo comandante distrital da Proteção Civil.

Fogo no Marão com duas frentes em zona de "difíceis acessos"

O incêndio que lavra desde a noite de sábado na serra do Marão tem duas frentes ativas em zonas de "difíceis acessos", mas não ameaça populações, disse à Lusa o segundo comandante operacional da Proteção Civil de Vila Real.

Obras na linha do Norte perturbam normal funcionamento dos comboios 

As obras na linha do Norte têm estado a perturbar o normal funcionamento dos comboios. Segundo sabe o Porto Canal, em causa está o projeto para o troço ferroviário entre Espinho, distrito de Aveiro, e Vila Nova de Gaia, distrito do Porto.