Empréstimos ao consumo registam em abril o crescimento mais elevado em 2 anos

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 27 mai 2022 (Lusa) - O 'stock' de empréstimos aos particulares para consumo atingiu em abril 20 mil milhões de euros, mais 5,1% face ao mesmo mês de 2021 (4,9% em março), referindo o Banco de Portugal que este é maior aumento desde abril de 2020.

Ainda segundo o regulador e supervisor bancário, nos dados hoje divulgados, o crédito ao consumo vem "mantendo a trajetória de aceleração que se verifica desde setembro de 2021".

Já o total dos empréstimos para compra de casa aumentaram 4,8% em abril para 98,3 mil milhões de euros, face ao mesmo período de 2021, crescimento semelhante ao registado em março, divulgou hoje o Banco de Portugal.

Quanto ao 'stock' de crédito às empresas, no final de abril de 2022, o montante total era de 76,4 mil milhões de euros, mais 3,1% em relação a abril de 2021.

Segundo o Banco de Portugal, em abril, "os empréstimos concedidos às empresas mantiveram a tendência de desaceleração", tendo sido este abrandamento transversal às micro e às pequenas e médias empresas mas mais significativo nas empresas dos setores do alojamento e restauração, transportes e indústrias transformadoras.

"Pelo contrário, aceleraram os empréstimos concedidos às grandes empresas e às empresas do setor do comércio. No caso das grandes empresas, o montante concedido cresceu 5,7% em relação a abril de 2021, depois de ter crescido 5,3% no mês anterior", refere o regulador e supervisor bancário.

Quanto a depósitos, no final de abril, os particulares tinham depositados 177,1 mil milhões de euros, mais 6,9% face a abril de 2021. Já as empresas tinham 64,6 mil milhões de euros em depósitos, num aumento de 14,2%.

IM // MSF

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Cábula: O que é o crédito habitação? 

No novo episódio da cábula, falamos da forma como a inflação está a ter impacto no aumento da Euribor e explicamos o porquê dos créditos à habitação estarem a ficar mais caros. Mas calma… nem tudo está perdido!

ANA revê para 32 voos a previsão de cancelamentos hoje no aeroporto de Lisboa

A ANA -- Aeroportos de Portugal reviu em alta a previsão de cancelamentos hoje no aeroporto de Lisboa, para um total de 32, sendo 17 chegadas e 15 partidas, de acordo com uma informação divulgada ao final da tarde.

Transporte aéreo: "Situação não deverá melhorar nas próximas semanas", afirma a TAP

A presidente executiva (CEO) da TAP, Christine Ourmières-Widener, reconheceu que a companhia aérea não "está a oferecer o serviço de excelência" que planeou, depois de um fim de semana com vários cancelamentos, onde a previsão é que a situação "não deverá melhorar nas próximas semanas".