Giro: Santiago Buitrago vence 17.ª etapa, João Almeida sai do pódio

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Lavarone, Itália, 25 mai 2022 (Lusa) -- O ciclista colombiano Santiago Buitrago (Bahrain Victorious) venceu hoje a solo a 17.ª etapa da Volta a Itália, enquanto o equatoriano Richard Carapaz (INEOS) segurou a liderança da geral, com João Almeida (UAE Emirates) a sair do pódio.

Buitrago, de 22 anos, cumpriu os 168 quilómetros entre Ponte di Legno e Lavarone em 4:27.41 horas, sendo 35 segundos mais rápido do que o neerlandês Gijs Leemreize (Jumbo-Visma), segundo, com o checo Jan Hirt (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux) no terceiro posto, a 2.28 minutos.

Na luta pela geral, Carapaz foi quinto e ganhou tempo a alguns rivais, incluindo o português João Almeida, que caiu para fora do pódio, sendo agora quarto, a 1.54 minutos. O australiano Jai Hindley (BORA-hansgrohe) é segundo, a três segundos do equatoriano, e o espanhol Mikel Landa (Bahrain Victorious) cedeu terreno para o líder, mas subiu a terceiro, a 1.05 minutos.

Na quinta-feira, a 18.ª etapa liga Borgo Valsugana a Treviso em 156 quilómetros, com um traçado menos montanhoso, propício a uma chegada em pelotão compacto.

SIF // AMG

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Mercado de transferências: Conheça os principais rumores e atualizações

Confira aqui as principais movimentações, entre certezas e rumores, do Mercado de Transferência do futebol nacional e internacional.

FC Porto começa a Liga de Basquetebol em casa

Será no Dragão Arena, diante do CAB Madeira, que a equipa de basquetebol do FC Porto iniciará a participação em mais uma edição do campeonato nacional. O sorteio realizado na tarde desta terça-feira no Pavilhão Multiusos de Odivelas ditou ainda que os azuis e brancos têm os primeiros clássicos agendados para as jornadas três e nove - quando recebem o Benfica e o Sporting. Na derradeira ronda da fase regular os portistas viajam até Ovar.

Uma época de vitórias para o FC Porto. Eis o 'ano do Dragão' - em constante atualização

No andebol, o FC Porto conquistou a Supertaça logo em setembro e em maio voltaram a erguer o troféu de campeão nacional, 23.º título de campeão da história do andebol portista.