Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Incêndio destrói fábrica de bicicletas Esmaltina em Sangalhos

Incêndio destrói fábrica de bicicletas Esmaltina em Sangalhos
| Norte
Porto Canal com Lusa

Um incêndio violento está a destruir a fábrica de bicicletas Esmaltina, localizada em Sangalhos, no concelho de Anadia (Aveiro), apesar dos esforços de mais de 90 operacionais presentes no local, adiantou à agência Lusa a Proteção Civil.

"A fábrica está toda tomada pelas chamas. Não há previsão para termos o incêndio como extinto", disse o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro.

Pelas 00:51 de hoje, segundo o 'site' na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), estavam 92 operacionais, apoiados por 30 veículos, no local. Relatos e vídeos nas redes sociais apontam para a destruição das unidades de produção de uma das mais antigas empresas de bicicletas do país.

A ANEPC indica ainda que recebeu o alerta para o incêndio às 23:19.

Fundada em 1970, a Esmaltina tem um volume de faturação de cerca de 10 milhões de euros e emprega atualmente pouco mais de 50 pessoas. Produz cerca de 200 mil veículos por ano, sobretudo para o mercado ibérico.

"A Esmaltina já produziu mais de três milhões de bicicletas para os seus clientes na Europa, África e América do Sul", lê-se no 'site' na Internet da empresa.

 

+ notícias: Norte

Eleição de arguida como deputada adia julgamento do megaprocesso AIMinho

O início do julgamento de um megaprocesso por fraude de quase 10 milhões de euros com epicentro na extinta Associação Industrial do Minho (AIM) foi hoje adiado, porque uma arguida foi, entretanto, eleita deputada à Assembleia República.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.