Portugal com 39.570 infeções por Covid-19, novo recorde em 24 horas

Portugal com 39.570 infeções por Covid-19, novo recorde em 24 horas
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal registou 39.570 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, um novo máximo desde o início da pandemia, e mais 14 mortes associadas à covid-19, indicam números divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico diário da DGS regista um novo crescimento do número de pessoas internadas em enfermaria, contabilizando hoje 1.251 internamentos, mais 48 do que na terça-feira, mas as unidades de cuidados intensivos verificaram uma diminuição nas últimas 24 horas (menos quatro), totalizando agora 143.

Os casos ativos voltaram a aumentar nas últimas 24 horas, totalizando 239.098, mais 25.349 do que na terça-feira, e recuperaram da doença 14.207 pessoas, o que aumenta o total nacional de recuperados para 1.241.849.

Das 14 mortes, seis ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, quatro no Centro e outras quatro no Norte.

+ notícias: País

Super Bock alvo de ataque informático. Empresa confirma restrições no abastecimento

O Super Bock Group foi, esta segunda-feira, alvo de um ataque informático. Segundo a empresa o incidente "está a causar perturbações nos seus serviços informáticos, com constrangimentos na operação regular, nomeadamente no nível de serviço". 

Bastonária da Ordem dos Enfermeiros acusada de peculato e falsificação de documentos

Ana Rita Cavaco, bastonária da Ordem dos Enfermeiros, foi acusada pelo Ministério Público de alegados crimes de peculato e falsificação de documentos. Em causa está um processo crime que investiga o pagamento indevido de deslocações. 

"Seguramente o Governo pôs-se a jeito, cometeu erros", admite António Costa 

António Costa admitiu esta segunda-feira, em entrevista à RTP 1, no dia em que se assinala um ano desde a conquista da maioria absoluta pelo PS, que o Governo cometeu erros neste primeiro ano de mandato, colocando-se "a jeito", referindo-se aos muitos casos a interferir no trabalho do seu executivo.