Médico José Eduardo Pinto da Costa morre aos 87 anos

| País
Porto Canal

Morreu hoje, aos 87 anos de idade, o médico e professor universitário José Eduardo Pinto da Costa, antigo membro do corpo clínico do FC Porto e irmão do presidente Jorge Nuno Pinto da Costa.

José Eduardo Pinto da Costa era o mais velho de seis irmãos e desenvolveu uma importante carreira no domínio da medicina legal. Formado pela Universidade do Porto, foi professor da Faculdade de Medicina e do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, com o estatuto de professor catedrático, além de diretor do Instituto de Medicina Legal do Porto. Ligado ao desporto desde muito jovem, foi praticante de futebol no Futebol Clube de Infesta e dirigente das federações de hóquei em campo e de boxe. Era, além disso, adepto do FC Porto, tendo sido pela mão deste irmão que Jorge Nuno Pinto da Costa assistiu pela primeira vez a um jogo do clube, em 1945, frente ao Braga, no velho Campo da Constituição.

As cerimónias fúnebres de José Eduardo Pinto da Costa realizam-se esta quinta-feira, a partir das 17h00, na igreja de Cedofeita, no Porto. 

+ notícias: País

Marcelo de olhos postos no incêndio que devasta Ourém: “Vamos ver se é preciso reforçar esses meios ao longo da noite"

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou, esta sexta-feira, estar a acompanhar a evolução do incêndio em Ourém e referiu que "os meios que foram mobilizados eram aqueles que eram considerados os possíveis e adequados para uma situação que estava complicada". 

Proteção Civil assegura que incêndio na Serra da Estrela ainda necessita de "muito trabalho de vigilância e consolidação"

O incêndio na Serra da Estrela já foi dominado, mas no terreno ainda se encontram mais de 700 operacionais apoiados por duas centenas de veículos. Em declarações ao Porto Canal, o Segundo Comandante Regional da Proteção Civil do Centro, Miguel Teixeira, referiu que para já ainda é necessário "muito trabalho de vigilância e consolidação", porque "as condições meteorológicas ainda não estão completamente favoráveis para a extinção completa".

25% do Parque Natural da Serra da Estrela atingido por fogos desde julho

O Parque Natural da Serra da Estrela foi atingido, desde julho, por cinco grandes incêndios que afetaram 25% da sua área total e causaram efeitos negativos "muito significativos em locais de sensibilidade ecológica elevada", divulgou hoje o ICNF.