Mais 15 mortes e 5.286 infeções em Portugal por Covid-19

Mais 15 mortes e 5.286 infeções em Portugal por Covid-19
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal regista hoje mais 15 mortes por covid-19 e mais 5.286 infeções com o vírus que provoca a doença, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde.

Estão hoje internadas 917 pessoas infetadas com o vírus SARS-Cov-2 (menos 19 do que na terça-feira), sendo que 138 delas estão em unidades de cuidados intensivos (mais cinco), segundo o relatório de hoje relativo à pandemia em Portugal da DGS.

Lisboa e Vale do Tejo é a região do país com mais novos casos diagnosticados nas últimas 24 horas (1.796), seguindo-se o Norte (1.600), o Centro (1.315), o Algarve (338) e o Alentejo (122).

Das 15 mortes, cinco ocorreram no centro, quatro em Lisboa e Vale do tejo, três no Algarve, duas no Norte e uma no Alentejo.

 

+ notícias: País

Marcelo de olhos postos no incêndio que devasta Ourém: “Vamos ver se é preciso reforçar esses meios ao longo da noite"

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou, esta sexta-feira, estar a acompanhar a evolução do incêndio em Ourém e referiu que "os meios que foram mobilizados eram aqueles que eram considerados os possíveis e adequados para uma situação que estava complicada". 

Proteção Civil assegura que incêndio na Serra da Estrela ainda necessita de "muito trabalho de vigilância e consolidação"

O incêndio na Serra da Estrela já foi dominado, mas no terreno ainda se encontram mais de 700 operacionais apoiados por duas centenas de veículos. Em declarações ao Porto Canal, o Segundo Comandante Regional da Proteção Civil do Centro, Miguel Teixeira, referiu que para já ainda é necessário "muito trabalho de vigilância e consolidação", porque "as condições meteorológicas ainda não estão completamente favoráveis para a extinção completa".

25% do Parque Natural da Serra da Estrela atingido por fogos desde julho

O Parque Natural da Serra da Estrela foi atingido, desde julho, por cinco grandes incêndios que afetaram 25% da sua área total e causaram efeitos negativos "muito significativos em locais de sensibilidade ecológica elevada", divulgou hoje o ICNF.