Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Governo dos EUA apresenta plano para combater o tráfico humano

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Washington, 03 dez 2021 (Lusa) -- O Presidente dos Estados Unidos Joe Biden apresentou hoje um plano para combater o tráfico de pessoas no país, problema que "afeta desproporcionalmente" as comunidades mais vulneráveis e negligenciadas do país.

De acordo com um comunicado da Casa Branca, estas comunidades são afetadas por desigualdades sociais e económicas, tornando-se vítimas fáceis para o crime de tráfico humano.

Biden considera que esta situação representa uma "nódoa na consciência" da sociedade norte-americana" e constitui uma "afronta aos ideais que constituem a base da força nacional do país: liberdade, justiça, igualdade e oportunidade".

O Plano de Ação de Combate ao Tráfico de Pessoas, hoje anunciado, sublinha a importância da colaboração entre departamentos na aplicação de recursos em políticas e programas de combate ao tráfico, além de fomentar a cooperação entre Governo federal, entidades estaduais e municipais, o setor privado e outros parceiros não governamentais.

As medidas de prevenção variam "desde educar as populações vulneráveis e atenuar os fatores de risco até tentar impedir que produtos produzidos por trabalho forçado entrem no mercado dos Estados Unidos".

O plano também possui estratégias para responsabilizar os indivíduos e entidades envolvidos no tráfico de pessoas, bem como indicações para desmantelar essas redes.

"O plano é baseado nas vozes e recomendações dos sobreviventes ao longo dos anos sobre como prevenir o tráfico humano e fornecer recursos adequados para proteger e responder às necessidades das pessoas que o vivenciaram", informou a Casa Branca.

Num outro comunicado, o Departamento de Tesouro associa-se a este plano e diz estar empenhado em "alavancar conhecimentos financeiros" para permitir uma eficaz estratégia de desmantelamento das redes de tráfico humano.

A conselheira de Segurança Nacional de Biden, Liz Sherwood-Randall, assegura que o compromisso do Governo dos EUA é "prevenir e punir o tráfico humano em todas as suas formas e abordar as condições sociais e económicas que podem criar maiores vulnerabilidades para grupos marginalizados".

RJP // PDF

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Putin ameaça com ataques "relâmpago" em caso de intromissão estrangeira

O Presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou hoje que responderá com um ataque "relâmpago" a qualquer ingerência estrangeira na Ucrânia, onde está há dois meses em curso uma guerra desencadeada pela invasão do exército russo.

Pelo menos nove civis mortos por bombardeamentos russos no leste e sul da Ucrânia

Pelo menos nove civis morreram hoje na sequência de bombardeamentos do exército russo no leste e sul da Ucrânia, anunciaram as autoridades locais. De acordo com informações do governador da região de Lugansk (leste da Ucrânia), Sergey Gadai, três civis morreram debaixo de escombros de um prédio atingido por um bombardeamento na cidade de Popasna, para onde tinham fugido a fim de, segundo a mesma fonte, "se proteger de mísseis russos".

Um outro bombardeamento, que atingiu a cidade de Kharkiv (também no leste), a segunda maior da Ucrânia, matou três pessoas e deixou sete feridas, duas delas com gravidade, anunciou o governador regional, Oleg Synegoubov, apelando aos moradores para terem "muito cuidado e, se possível, não saírem dos abrigos".

Outros dois civis foram mortos e seis ficaram feridos na região de Donetsk, segundo o governador, Pavlo Kyrylenko.

Rússia deixa de fornecer eletricidade à Finlândia a partir de sábado

Helsínquia, 13 mai 2022 (Lusa) -- A Rússia vai suspender as entregas de eletricidade para a Finlândia a partir de sábado, devido a contas não pagas, anunciou hoje o fornecedor RAO Nordic Oy, que detém a empresa russa InterRAO.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.