Info

Covid-19: Câmara de Lisboa cancela festejos da passagem de ano e vai decidir sobre fogo de artifício

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 03 dez 2021 (Lusa) -- Os festejos da passagem de ano em Lisboa foram cancelados devido à evolução da pandemia de covid-19, anunciou hoje o presidente da câmara, Carlos Moedas, remetendo "para a semana" uma decisão sobre os espetáculos de fogo de artifício.

"É uma decisão, obviamente, que vai em linha com a situação que estamos a viver, aliás, o presidente da Câmara do Porto e outros municípios tomaram essas decisões. A minha decisão foi, realmente, que no momento em que estamos não podemos ter aquele tipo de festejos que costumávamos ter, que eram ter festa na rua, com os músicos, com os artistas, isso não vai ser possível, portanto todos estamos de acordo em que isso não vai ser possível", afirmou Carlos Moedas (PSD).

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Lisboa disse que a decisão foi tomada após ouvir "várias pessoas". Na quinta-feira houve, inclusive, uma reunião do Conselho Municipal de Segurança, em que discutiu o assunto com a Polícia de Segurança Pública e a Polícia Municipal, concluindo que "não há hipótese" de realizar os habituais festejos.

Sobre o que ainda pode acontecer no âmbito das celebração da passagem de ano em Lisboa, o social-democrata referiu que está a ser avaliada a possibilidade de manter os espetáculos de fogo de artifício.

"Tem a ver com o fogo de artifício, que gostaria muito de fazer em Lisboa, mas que também, neste momento, sem ter realmente o maior conforto de todos, [...] não posso dar já uma resposta. Para a semana vamos decidir", declarou o presidente da Câmara de Lisboa.

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2.535 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 21 mortes atribuídas à covid-19, registando-se uma ligeira redução dos internamentos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Não se registavam tantos óbitos por covid-19 em Portugal desde 18 de março desde ano, dia em que também se verificaram 21 mortes.

Na quarta-feira o continente português voltou à situação de calamidade, com a definição de várias restrições em diferentes setores.

SSM // ROC

Lusa/fim

+ notícias: País

Testes rápidos de antigénio de uso profissional continuam gratuitos em fevereiro

Os testes rápidos de antigénio de uso profissional vão continuar a ser comparticipados no mês de fevereiro, tendo em conta a atual situação epidemiológica do coronavírus SARS-CoV-2, segundo uma portaria publicada hoje em Diário da República.

Miocardite por infeção é 60 vezes mais frequente do que após vacina contra a Covid-19

A miocardite por infeção com SARS-CoV-2 é 60 vezes mais frequente do que após a vacinação e pode ter sintomas mais graves e complicações e sequelas a curto prazo, refere um parecer técnico hoje divulgado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.