Costa explica que impõe novas medidas porque Portugal não está tão bem como queria face ao aumento do número de novos casos de covid-19

Costa explica que impõe novas medidas porque Portugal não está tão bem como queria face ao aumento do número de novos casos de covid-19
| Política
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, explicou hoje são precisas novas medidas devido à pandemia porque, apesar da vacinação e da situação melhor do que a generalidade da Europa, o país "não está tão bem” quanto aquilo que queria estar.

O Conselho de Ministros reuniu-se hoje para decidir as novas medidas para controlar a pandemia face ao aumento do número de novos casos de covid-19, depois de na semana passada se terem voltado a reunir políticos e especialistas no Infarmed e esta semana António Costa ter recebido todos os partidos com assento parlamentar em São Bento.

Em conferência de imprensa, António Costa afirmou que o agravamento da situação se tem traduzido nos internamentos e nas mortes a lamentar.

Por isso, apesar de a vacinação “assegurar uma proteção superior” e de Portugal estar melhor do que a generalidade do resto da Europa, o país não está tão bem quanto aquilo que queria estar, justificou o primeiro-ministro.

Por este motivo, António Costa considerou ter chegado o momento de adotar “novas medidas” que envolvam cidadãos, famílias, empresas e todas as entidades do setor público.

+ notícias: Política

Chega diz que proposta de referendo do PSD "é inconstitucional"

O Chega defendeu esta terça-feira que a proposta dos sociais-democratas de referendo à despenalização da eutanásia “é inconstitucional” e propôs um acordo com PS, PSD e Iniciativa Liberal para que a consulta se realize a partir do final do próximo ano.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Turismo pode ser a solução para a recessão, diz Ministro da Economia

O ministro da Economia, António Costa Silva, disse esta segunda-feira que Portugal deve diversificar as exportações e as áreas de intervenção, nomeadamente no setor do turismo, para “minimizar” o impacto de uma eventual recessão económica na Europa.