Info

Projeto Monte da Bela está suspenso. Rui Moreira garante que "projeto vai avançar"

| Norte
Porto Canal

O projeto Monte da Bela, que visava construir habitações de arrendamento acessível, está suspenso, porque, segundo apurou o Porto Canal, a única proposta apresentada foi chumbada devido ao incumprimento de algumas alíneas do caderno de encargos. Em declarações ao Porto Canal, Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto, garantiu que "o projeto vai avançar", apesar de "não ser nos moldes que pretendiam". 

Ilda Figueiredo, Vereadora CDU da Câmara Municipal do Porto, disse, em declrações ao Porto Canal, que "é obvio que este projeto nasceu 'torto' e, assim se verificou voltar ao princípio". Sérgio Aires, Vereador do BE da Autarquia do Porto, explicou que neste momento "têm duas soluções que é fazerem de acordo com o modelo apresentado ou então não fazem nada". 

Devido à recusa do projeto, os vereadores pedem que "se olhe para o tipo de financiamento" para levar a cabo a construção de habitação acessível. 

Ainda assim, Tiago Barbosa Ribeiro, Vereado do PS da Câmara do Porto, afirmou que "no seu entender este projeto não estava garantido". Já Vladimiro Feliz, Vereador do PSD da Câmara Municipal do Porto, disse que "havendo privados interessados em desenvolver estas soluções em parceria com a Câmara de forma transparente e regulada, não se verifica qualquer entrave". 

+ notícias: Norte

Explosão de etanol em escola superior de Ponte de Lima faz dois feridos graves

Duas funcionárias de 52 e 53 anos ficaram hoje feridas com gravidade na sequência da explosão de etanol de um equipamento que aquecia refeições, na Escola Superior Agrária (ESA), em Ponte de Lima, disse à Lusa fonte da proteção civil.

Marta Temido diz que "entidades do setor não lucrativo poderão ser envolvidas nos testes"

A ministra da Saúde, Marta Temido, avançou hoje que está a ser estudada a possibilidade de envolver “outras entidades do setor não lucrativo” para que seja possível dar resposta à procura de testes comparticipados de covid-19.

Maquinistas da Metro Porto em greve devido a "impasse de negociações"

Os maquinistas da Metro Porto encontram-se durante esta sexta-feira em greve e, segundo declarações do dirigente do sindicato dos maquinistas, Hélder Silva, ao Porto Canal, disse que esta greve "deve-se ao impasse de negociações com a subconcessionária da Metro Porto" explicando que "já andam em negociações há mais de um ano, mas sem evoluções". Hélder Silva referiu ainda que a greve "está com 100% de adesão" e sem "serviços mínimos".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.