Info

Empresários do setor da restauração pedem mais apoio ao Estado

| Norte
Porto Canal

Os empresários do setor da restauração pedem apoios a fundo perdido ao Estado, através de uma petição já aprovada na Assembleia da República, que engloba ajuda pós pandemia e, que tem em conta as restrições da nova lei do tabaco. Mário Carvalho, empresário do setor, disse, esta segunda-feira, ao Porto Canal que "a última resposta que tiveram, sobre a aprovação da petição, foi que os lideres parlamentares teriam de agendar o assunto depois de aprovação e até hoje nada".

Mário Carvalho, acrescentou também que "qualquer restrição de horário ou de limitação de lotação poderá ser o afundanço total deste setor". António Fonseca, presidente da Associação de bares da zona histórica do Porto, em declarações ao Porto Canal, defende que "a associação e o setor não está contra a lei do tabaco, contudo, deveria haver um período de suspensão da lei pelo menos durante um ano no sentido de acompanhar a retoma do setor".

 

+ notícias: Norte

Explosão de etanol em escola superior de Ponte de Lima faz dois feridos graves

Duas funcionárias de 52 e 53 anos ficaram hoje feridas com gravidade na sequência da explosão de etanol de um equipamento que aquecia refeições, na Escola Superior Agrária (ESA), em Ponte de Lima, disse à Lusa fonte da proteção civil.

Marta Temido diz que "entidades do setor não lucrativo poderão ser envolvidas nos testes"

A ministra da Saúde, Marta Temido, avançou hoje que está a ser estudada a possibilidade de envolver “outras entidades do setor não lucrativo” para que seja possível dar resposta à procura de testes comparticipados de covid-19.

Maquinistas da Metro Porto em greve devido a "impasse de negociações"

Os maquinistas da Metro Porto encontram-se durante esta sexta-feira em greve e, segundo declarações do dirigente do sindicato dos maquinistas, Hélder Silva, ao Porto Canal, disse que esta greve "deve-se ao impasse de negociações com a subconcessionária da Metro Porto" explicando que "já andam em negociações há mais de um ano, mas sem evoluções". Hélder Silva referiu ainda que a greve "está com 100% de adesão" e sem "serviços mínimos".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.