Info

Concentração de álcool nos vinhos é uma das consequências das alterações climáticas

| Norte
Porto Canal

A concentração de álcool nos vinhos é uma consequência das alterações climáticas, segundo uma investigação realizada em colaboração com a Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro e uma empresa de Biotecnologia e Inteligência Artificial em Braga. O investigador João Zamit, afirmou, em declarações ao Porto Canal, que "quanto mais alcoólico for o vinho, maior é a taxação desse produto."

O investigador acrescentou ainda que "o problema do aquecimento global é emergente, e temos que contrariar os efeitos e arranjar soluções para mitigar as consequências."

+ notícias: Norte

Despovoamento do Douro Património Mundial preocupa coordenador da candidatura

A principal consequência da classificação do Douro Património Mundial da UNESCO foi a "preservação do bem", afirmou o coordenador da candidatura que se mostrou preocupado com a "desertificação progressiva" e a "sustentabilidade económica" da região.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.