Pfizer diz que a vacina é mais de 90% eficaz em crianças

Pfizer diz que a vacina é mais de 90% eficaz em crianças
| País
Porto Canal com Lusa

A farmacêutica Pfizer/BioNTech assegurou hoje que a vacina contra a covid-19 é segura nas crianças com mais de 5 anos, com quase 91% de eficácia na prevenção de infeção.

Os detalhes do estudo foram hoje publicados 'online' e os reguladores norte-americanos já consideram a abertura da vacinação a jovens entre os 5 e os 11 anos de idade, segundo a agência de notícias Associated Press (AP).

Segundo a AP, a administração da vacina pode começar no início de novembro, se os reguladores derem luz verde ao processo.

No caso de a vacinação avançar nesta data, as primeiras crianças a ser vacinadas já estarão totalmente protegidas no Natal.

A Food and Drug Administration (FDA), regulador de saúde dos EUA, deve publicar ainda hoje a análise inicial dos dados de segurança e eficácia apresentados pela empresa sobre a vacina.

Na próxima semana, os conselheiros da FDA irão debater publicamente as informações, adianta a APP.

Se a FDA autorizar as injeções de baixa dosagem, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças farão as recomendações finais sobre quem deve recebê-las.

A vacina da Pfizer já está autorizada a partir dos 12 anos, mas pediatras e muitos pais aguardam ansiosamente pela proteção das crianças mais novas para conter as infeções crescentes da variante delta muito contagiosa e ajudar a manter as crianças na escola.

A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 4.926.579 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço diário da agência France-Presse.

+ notícias: País

"O bardamerda do Seixas da Costa": do tiro a um camarada do Exército ao escândalo do Tua - as polémicas de um delfim do regime

Francisco Seixas da Costa foi condenado esta segunda-feira por difamar Sérgio Conceição. O antigo embaixador referiu-se ao técnico portista como “javardo”, na rede social Twitter, a 31 de março de 2019. Esta é apenas a última de muitas polémicas que envolveram Seixas da Costa.

Ministério ordena investigação ao caso de estudante favorecido para entrar em Medicina na Católica

Contactado pelo Porto Canal, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior afirmou que a admissão do aluno em Medicina, na Universidade Católica, por ser “descendente de beneméritos” da Instituição, está sob alçada da Inspeção-Geral da Educação e Ciência, que irá apurar a "legalidade da situação identificada". 

Sindicato dos Guardas prisionais acusa Direção-Geral de negar o direito à greve dos profissionais

A Direção-Geral dos Serviços Prisionais é acusado de forçar os guardas a cumprir os serviços mínimos negando o direito à greve.