Info

Junta no poder na Guiné-Conacri reforma militares de alta patente

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Guiné-Conacri, 13 out 2021 (Lusa) - O presidente do Comité Nacional para a Reconciliação e o Desenvolvimento, a junta em poder na Guiné-Conacri, enviou para a reforma 44 militares de alta patente, incluindo generais que serviram o presidente deposto, Alpha Condé.

O decreto presidencial, lido na televisão pública na terça-feira à noite, especifica que "42 generais e 02 almirantes do exército guineense são chamados a exercer o seu direito à reforma", noticiou a agência de notícias France-Presse (AFP). 

Entre os militares chamados à reforma estão generais que serviram o ex-presidente Alpha Condé, que foi deposto em 05 de setembro. 

Não foi prestada qualquer justificação para esta decisão da junta liderada pelo coronel Mamady Doumbouya. 

Segundo outro decreto, citado pela AFP, também lido terça-feira à noite, "mais de 25 dos generais reformados foram nomeados membros do Conselho Superior de Defesa, um órgão consultivo sobre questões de segurança nacional". 

Entre os generais reformados encontra-se o general Sékouba Konate, antigo presidente da transição em 2010, até à eleição de Alpha Condé no mesmo ano.

Vários chefes de diferentes corpos militares (terrestre, aéreo, marítimo) e os seus adjuntos também estão na lista.

Estas mudanças no exército ocorrem uma semana após a nomeação de Mohamed Béavogui como primeiro-ministro de transição.

Béavogui, antigo sub-secretário geral da Organização das Nações Unidas (ONU), é uma personalidade muito afastada da política guineense e pouco suscetível de estar envolvida nas lutas internas dos últimos anos.

Após a sua tomada de posse, como Presidente de transição, o coronel Mamady Doumbouya prometeu juntar os guineenses, independentemente das filiações políticas ou étnicas.

 

NZC/JH // JH

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Prémio Nobel da Paz para jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov

O Prémio Nobel da Paz foi hoje atribuído aos jornalistas Maria Ressa, das Filipinas, e Dmitry Muratov, da Rússia, pela defesa da liberdade de imprensa e de expressão, anunciou o Comité Nobel Norueguês.

Prémio Nobel da Literatura atribuído a Abdulrazak Gurnah

O prémio Nobel da Literatura 2021 foi atribuído ao escritor Abdulrazak Gurnah, anunciou hoje a Academia Sueca.

Presidente são-tomense manifesta preocupação com aumento do paludismo

São Tomé, 15 out 2021 (Lusa) -- O Presidente são-tomense manifestou-se hoje preocupado com o aumento de casos de paludismo no país, sobretudo após o surto que se registou na ilha do Príncipe, onde não se registavam casos há dois anos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.