Info

Contenção de fuga de óleo afasta risco de incêndio em termoelétrica em Gondomar

| Norte
Porto Canal com Lusa

Gondomar, Porto, 08 out 2021 (Lusa) -- O risco de incêndio na Central Termoelétrica da Tapada do Outeiro, Gondomar, era, pelas 19:30, médio/baixo depois de conseguida a contenção da fuga de óleo, disse à Lusa o presidente da câmara, Marco Martins.

Segundo o autarca, "houve uma fuga de óleo do sistema de lubrificação", óleo que estava "a mais de 300 graus de temperatura", situação que podia gerar um incêndio na "central responsável pela produção de 12% da eletricidade consumida em Portugal".

"Primeiro foi ativado o plano de emergência interno e todos os meios de acordo com o previsto no sentido de conter a fuga e depois arrefecer as exposições, ou seja, as proximidades para evitar que o calor do óleo se pudesse propagar e provocar alguma ignição", continuou.

E prosseguiu: "neste momento [19:30] o óleo está contido, a temperatura está muito mais baixa e o risco de incêndio, que há uma hora atrás era muito elevado, neste momento é médio/baixo. A situação tende a ficar controlada".

Admitindo que a normalização da situação "pode demorar duas ou três horas", o autarca informou que devido ao acidente "teve de se parar a produção numa das turbinas" o que faz com que a central "esteja agora com dois terços da produção".

Marco Martins disse ainda que "em princípio não haverá quebra de fornecimento de energia" dado ser sexta-feira e a maioria das "empresas fecharem para gozo do fim de semana".

O autarca socialista acrescentou sobre o "eventual derrame de óleo para o rio [Douro]" que a situação "está calculada" e que a central dispõe de "tanques de retenção para todo o óleo que se perdeu".

Questionado pela Lusa sobre o volume do derrame, Marco Martins disse tratar-se "de muitos milhares de litros de óleo".

No local estiveram os Bombeiros de Melres, Gondomar, Valbom, São Pedro da Cova, Areosa/Rio Tinto e de Crestuma, num total de 28 operacionais apoiados por oito viaturas.

Segundo o Centro Distrital de Operações de Socorro do Porto não se registaram feridos nem houve necessidade de evacuar ninguém das casas, as mais próximas situadas a cerca de 300 metros de distância.

JFO // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Hospital de Braga espera "para breve" consenso com chefes de equipa da Urgência

A administração do Hospital de Braga garantiu hoje, em comunicado, que há “avanços positivos no diálogo” com os chefes de equipa do Serviço de Urgência, adiantando que “espera alcançar um consenso em breve”.

Assalto com arma de fogo ao Posto dos Correios de Valadares, em Vila Nova de Gaia

Um motociclista, munido com uma arma de fogo, assaltou hoje o Posto dos Correios de Valadares, na Rua Ferreira de Castro, em Vila Nova de Gaia, tendo conseguido fugir às autoridades, revelou à Lusa fonte da PSP.

Juiz de instrução do Porto manda julgar grupo familiar por escravizar 14 pessoas

Um casal e um filho de ambos vão a julgamento por sujeitarem pelo menos 14 pessoas fragilizadas a trabalho escravo em explorações agrícolas espanholas, entre 2011 e 2016, determinou um juiz de instrução criminal do Porto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.