Info

António Costa elogia comando e planeamento da 'task force' na vacinação

António Costa elogia comando e planeamento da 'task force' na vacinação
| País
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro elogiou hoje a capacidade de comando e de planeamento da equipa que coordenou o processo de vacinação em Portugal, liderada pelo vice-almirante Gouveia e Melo, considerando que reforçou o prestígio das Forças Armadas.

Estas palavras foram proferidas por António Costa numa sessão nas instalações da 'task force' para a vacinação anti-covid-19 em Oeiras, em que esteve presente a diretora Geral da Saúde, Graça Freitas, e em que o Governo se fez representar pelos ministros de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, da Saúde, Marta Temido, e da Defesa, João Gomes Cravinho.

"O contributo das Forças Armadas foi essencial. E é justo aqui referir que o vice-almirante e toda a sua equipa, com elementos dos três ramos, reforçou a ideia fundamental de que o país reconheça o quanto é fundamental o investimento nas Forças Armadas" declarou o líder do executivo.

O primeiro-ministro assinalou depois que a missão das Forças Armadas, no presente, "não é felizmente fazer a guerra, mas garantir a paz e em paz poder assegurar o funcionamento das estruturas fundamentais do país".

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com 21 mortes nas últimas 24 horas, o valor mais elevado desde março

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2.535 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 21 mortes atribuídas à covid-19, registando-se uma ligeira redução dos internamentos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Visitas a lares e unidades de saúde possível com autoteste desde que supervisionado

As visitas a lares de idosos, estruturas de cuidados continuados ou utentes internados em unidades de cuidados de saúde podem ser feitas com recurso a autotestes, realizados no local ou até 24 horas antes, desde que o processo seja supervisionado.

Motorista de ministro da Administração Interna acusado de homicídio por negligência

O motorista do carro onde seguia o ministro da Administração Interna e que atropelou mortalmente um trabalhador na A6 foi acusado de homicídio por negligência, segundo despacho de acusação do Ministério Público hoje divulgado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS