Info

Detido em Espinho suspeito de violar vizinha portadora de deficiência cognitiva

Detido em Espinho suspeito de violar vizinha portadora de deficiência cognitiva
| Norte
Porto Canal com Lusa

Um homem de 52 anos foi detido em Espinho, no distrito de Aveiro, por suspeitas de ter violado uma vizinha portadora de deficiência cognitiva, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

“O arguido, fazendo uso da sua experiência de vida e ascendente sobre uma mulher, aproveitando-se do facto de a vítima ser portadora de deficiência cognitiva, convenceu-a afastar-se de casa e levou-a para uma zona erma, onde decidiu submetê-la a práticas sexuais, com violência”, indica a Diretoria do Norte da PJ, em comunicado.

A polícia, que afirma ter recolhido “indícios seguros da prática dos referidos crimes e respetiva autoria”, conta apresentar o arguido a primeiro interrogatório judicial ainda hoje para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

+ notícias: Norte

Funcionários da Altice contestam o despedimento "imoral e desumano" no Porto

Os funcionários da Altice contestam, esta quinta-feira, em frente à sede da empresa no Porto, o despedimento "imoral e desumano" que irá acontecer até 31 de outubro. Em declarações ao Porto Canal, Jorge Mendes, um dos trabalhadores envolvidos neste despedimento, disse que "não tem sido uma uma situação fácil" e mostra-se "com expectativas que esta situação se possa reverter até ao dia 31  de outubro".  

Urgências de Vila Nova de Gaia já se encontram normalizadas

Durante a tarde da passada quarta-feira, as urgência do Hospital Eduardo Santos Silva, em Vila Nova de Gaia, registaram um fluxo anormal de pessoas, que segundo o Presidente do Conselho de Administração chegou a ser "quatro vezes superior" à afluência normal.

Secção Regional do Norte salienta "a falta de liderança e estratégia" do SNS

O Presidente da Secção Regional do Norte, António Araújo, falou na manhã desta quinta-feira ao Porto Canal e, salientou "a falta de liderança e estratégia" do serviço nacional de saúde. António Araújo acrescentou ainda que "há a necessidade de encontrar alguém com ideias concretas sobre o caminho a tomar para reformar o nosso serviço nacional de saúde".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.