Info

Igualdade a um entre FC Porto e Roma no último jogo do estágio no Algarve

| FC Porto
Porto Canal com FC Porto

FC Porto e Roma empataram a uma bola num jogo de verdadeira preparação para a temporada que se avizinha.

No segundo, e último, embate no âmbito do estágio que estão a realizar no Sul do país, os Dragões dividiram o resultado com os comandados de José Mourinho (1-1) e deram seguimento aos trabalhos de pré-época com grande dedicação e intensidade. Lançado no decorrer da etapa complementar, Vítor Ferreira restabeleceu a igualdade e ganhou créditos na luta por um lugar na equipa portista.

Em relação ao jogo do último domingo frente ao Lille (2-0), Marcano saiu do onze e Pepe entrou em campo com a braçadeira do FC Porto. Logo a abrir, Pepê esteve perto de inaugurar o marcador do Estádio da Bela Vista, mas o remate do internacional olímpico brasileiro saiu ligeiramente por cima da baliza adversária, que Sérgio Oliveira viria a visar de livre direto, ainda que sem sucesso, pouco depois. Perto do décimo minuto, Mehdi Taremi lançou o companheiro de ataque, mas Toni Martínez rematou para defesa de Rui Patrício numa altura em que a agressividade da Roma roçava os limites. O lance de perigo seguinte pertenceu a Taremi, voltou a obrigar o guardião da seleção nacional a aplicar-se e foi fruto da vocação ofensiva de João Mário, novamente titular na lateral direita. Antes do descanso, após falta cobrada por Sérgio Oliveira, Otávio dispôs da melhor oportunidade da noite: nas alturas, o “baixinho” cabeceou ao poste mais distante e permitiu mais uma defesa do guarda-redes português ao serviço do emblema da capital italiana.

No arranque da segunda parte os comandados de José Mourinho viraram-se para o ataque e dispuseram das primeiras, e únicas, situações de perigo no encontro. Com um remate ao lado, Dzeko avisou. Do meio da rua, Diawara reforçou as intenções transalpinas. Mas foi Mancini quem concretizou. Após canto de Zaniolo sobre a direita, o defesa central subiu ao segundo andar e cabeceou para o fundo das redes azuis e brancas. Daqui em diante, a Roma voltou a recuar as linhas e o FC Porto lançou homens frescos. Marko Grujic e Luis Díaz renderam Bruno Costa e Pepê, depois o trio de jovens composto por Vítor Ferreira, Francisco Conceição e Evanilson substituiu Otávio, Sérgio Oliveira e Toni Martínez e as mexidas viriam a surtir efeito no penúltimo minuto do tempo regulamentar. E que efeito. Francisco pegou na bola sobre a direita, soltou para Vítor que descobriu Evanilson. O esférico dirigido ao camisola 30 foi devolvido ao recetor que não se fez rogado: de primeira, Vitinha repôs alguma justiça no resultado e fez o 1-1. Até ao final, no derradeiro minuto dos seis de compensação, um tiro de Taremi com o pé esquerdo passou perto da baliza giallorosi, mas não o suficiente para carimbar uma merecida reviravolta.

+ notícias: FC Porto

Sérgio Conceição: "O mínimo que podíamos fazer era acreditar no segundo golo, o golo da vitória e houve oportunidade para marcar mais"

O treinador dos 'Dragões, Sérgio Conceição, disse, depois da vitória do FC Porto frente ao Gil Vicente, esta sexta-feira, que "o mínimo que podiam fazer era acreditar no segundo golo, o golo da vitória e houve oportunidade para marcar mais".

FC Porto defronta o SG Flensburg-Handewitt, no Dragão Arena, na segunda jornada do Grupo B da Liga dos Campeões (quinta-feira, 19h45)

Depois de um arranque vitorioso no Andebol 1, é tempo de ir em busca da primeira vitória europeia da temporada. Na ronda inaugural do Grupo B da Liga dos Campeões, o FC Porto foi derrotado pelo HC Motor Zaporozhye (30-27), na Ucrânia, mas agora está de volta a casa e vai contar com o apoio da Nação Porto para o duelo com o SG Flensburg-Handewitt, agendado para esta quinta-feira (19h45, FC Porto TV/Porto Canal), no Dragão Arena.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.