Info

Covid-19: Incidência acumulada de contágios na Alemanha volta a baixar

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Berlim, 13 jun 2021 (Lusa)- A incidência acumulada de contágios baixou outro ponto na Alemanha, para se situar em 17,3 casos em 100.000 habitantes em sete dias, segundo os dados divulgados hoje pelo Instituto Robert Koch (RKI) de virologia.

Este indicador estava no sábado em 18,3 contágios numa semana, enquanto no domingo anterior tinham sido registados 24,7 casos.

O pico da incidência acumulada foi alcançado em dezembro, com 197,6 infeções em 100.000 habitantes numa semana.

Nas últimas 24 horas, verificaram-se 1.489 contágios - face aos 2.440 do domingo anterior - e um total de 18 vítimas mortais devido à covid-19. Há uma semana foram 74.

Desde o início da pandemia, registaram-se na Alemanha 3,7 milhões de contágios, dos quais 3,5 milhões são pacientes recuperados, enquanto o número de mortes se eleva a 89.834.

Mais de um quarto da população, cerca de 25,7% ou 21,3 milhões de cidadãos -- receberam já a vacinação completa e quase metade (48,1% ou 40 milhões de pessoas) tomou pelo menos uma dose.

A pandemia de provocou, pelo menos, 3.787.127 mortos no mundo, resultantes de mais de 175,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AH // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Estados Unidos aceleram retirada de americanos do Afeganistão

O Ministro dos Negócios Estrangeiros dos Estados Unidos da America está a agilizar a aceleração da retirada de americanos de solo afegão com o reforço de pelo menos 12 voos charter que podem voar diretos para os Estados Unidos ou para o Catar, apurou o Porto Canal.

CEO Intellcorp diz que "a situação de extração no Afeganistão, mesmo com negociação, tem um risco moderado a alto"

O CEO Intellcorp, Ruben M. Ribeiro, disse, em declarações exclusivas ao Porto Canal, que "a situação de extração no Afeganistão, mesmo com negociações e planeamentos, tem um risco moderado a alto". 

UE vai doar mais 200 milhões de vacinas a paises de baixo rendimento - Von der Leyen

 A União Europeia (UE) quer acelerar a vacinação da covid-19 nos países com baixo rendimento e vai doar mais 200 milhões de doses até meados de 2022, anunciou hoje a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.