Info

Covid-19: Câmara de Lisboa decide que não há arraiais populares este ano

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 01 jun 2021 (Lusa) -- A Câmara de Lisboa não vai autorizar a realização de arraiais populares este ano devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje o presidente do município, Fernando Medina, apelando para que os cidadãos compreendam a situação e evitem aglomerações.

"Infelizmente, este ano não vamos poder ter arraiais, não vamos poder ter as comemorações do Santo António com arraiais, dada a situação que vivemos", disse Fernando Medina (PS), acrescentando: "É a decisão sensata, é a decisão avisada nesta fase da pandemia em que são precisos ainda cuidados, são precisos alertas".

Em declarações à agência Lusa, o autarca de Lisboa indicou que, tal como no ano passado, os arraiais "não vão ser licenciadas nem pela Câmara nem por Juntas de Freguesia e, por isso, a fiscalização cabe às autoridades, quer à Polícia Municipal, quer à Polícia de Segurança Pública (PSP)".

"Infelizmente, já antecipávamos este cenário, por isso já tínhamos anunciado que não iríamos ter as marchas este ano e que os festejos não se iriam realizar, isso é óbvio. Isto agora estende-se a toda a noite de Santo António, na noite do dia 12 [de junho], os arraiais tão típicos desta altura não vão acontecer e, por isso, teremos que, infelizmente, aguardar mais um ano para podermos de novo celebrar o Santo António com a alegria que a cidade gosta de o fazer", declarou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

 

SSM // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais 927 casos de Covid-19 e mais três mortes nas últimas 24h em Portugal

Portugal regista hoje mais 927 casos confirmados de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, três mortes associadas à covid-19 e nova descida nos internamentos em enfermaria e nos cuidados intensivos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Fenprof e FNE convocam greve nacional de professores para 05 de novembro

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional da Educação (FNE) anunciaram hoje que vão convocar uma greve nacional de professores para o dia 05 de novembro, uma semana antes da greve nacional da função pública.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS