Covid-19: Brasil registou 2.012 mortos e 79.670 casos em 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Rio de Janeiro, Brasil, 29 mai 2021 (Lusa) -- O Brasil registou mais 2.012 mortes por covid-19, nas últimas 24 horas, superando os 460 mil mortos, num dia em que aconteceram por todo o país protestos contra o Governo de Jair Bolsonaro.

De acordo com informação divulgada pelo Ministério da Saúde brasileiro, o país soma 461.057 mortos, enquanto o número de contágios aumentou para 16.471.600, com os 79.670 novos casos contabilizados nas últimas 24 horas.

O Brasil, com mais de 212 milhões de habitantes, é o segundo país do mundo com mais mortos por covid-19, atrás dos Estados Unidos da América, e o terceiro em número de contágios, suplantado pela nação norte-americana e a Índia.

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde assinalam que 14.869.696 pessoas com covid-19 recuperaram da doença, o que corresponde a 90,3% do total de infetados.

Outros 1.140.847 doentes estão a receber acompanhamento médico em hospitais ou em casa, depois de terem testado positivo.

Milhares de pessoas manifestaram-se hoje em várias cidades do Brasil contra o Presidente Jair Bolsonaro, criticando a gestão da pandemia de covid-19.

Segundo a agência France-Presse, no centro do Rio de Janeiro, cerca de 10.000 pessoas participaram no protesto, organizado por movimentos de esquerda e estudantis, gritando "Fora Bolsonaro" e "Genocídio de Bolsonaro", numa referência às vítimas da covid-19 no Brasil.

Para os manifestantes, muitas das mortes de covid-19 poderiam ter sido evitadas se a abordagem no controlo da pandemia tivesse sido outra e se o Governo brasileiro tivesse lançado a campanha de vacinação mais cedo.

As organizações das manifestações pediram aos participantes para adotarem as medidas de prevenção da covid-19 e distribuíram máscaras e gel desinfetante.

Os protestos decorreram depois de Jair Bolsonaro ter convocado manifestações de apoio ao seu Governo há duas semanas.

Segundo o Instituto Datafolha, a popularidade de Bolsonaro caiu para 24%, o nível mais baixo da sua Presidência.

Hoje foi anunciado que governadores de 18 das 27 unidades federativas brasileiras recorreram na sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar impedir que sejam convocados para depor numa comissão parlamentar de inquérito (CPI) sobre falhas na pandemia.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.524.960 mortos no mundo, resultantes de mais de 169,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

JRS (RPYP/MYMM) // LFS

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Rússia anuncia troca de 63 prisioneiros com mediação dos EAU

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou este sábado a troca de 63 prisioneiros de guerra russos, pela segunda vez este ano, graças aos esforços de mediação dos Emirados Árabes Unidos, sem informar quantos militares ucranianos foram enviados para Kyiv.

Testagem a passageiros oriundos da China mantém-se até final de fevereiro

O Governo prorrogou até final de fevereiro as medidas de controlo da covid-19 aplicadas aos voos provenientes da China, que incluem a testagem aleatória de passageiros à chegada e a obrigatoriedade de um teste negativo no embarque.

Pelo menos oito migrantes morreram de frio ao largo de Itália

Os cadáveres de oito pessoas, entre os quais o de uma mulher que se encontrava grávida, foram encontrados esta madrugada pela Guarda Costeira italiana a bordo de uma embarcação precária ao largo da ilha de Lampedusa com 42 sobreviventes.