Info

Covid-19: Brasil aproxima-se de 440 mil mortes após 2.513 óbitos em 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Brasília, 18 mai 2021 (Lusa) - O Brasil somou 2.513 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, aproximando-se dos 440 mil óbitos (439.050) desde o início da pandemia, segundo dados oficiais hoje divulgados.

No dia anterior, o número de vítimas mortais no Brasil tinha ficado, pela primeira vez em quase 80 dias, abaixo dos 800 (786), dados que foram hoje consolidados após o fim de semana, período em que a falta de recursos humanos para testar e recolher informações influencia o número de óbitos e casos comunicados.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado hoje pelo Ministério da Saúde brasileiro, o país contabilizou ainda 75.445 casos positivos nas últimas 24 horas (face a 29.916 registados na segunda-feira), num total de 15.732.836 infeções pelo novo coronavírus.

Os dados confirmam o Brasil como o segundo país com mais mortos em todo o mundo, depois dos Estados Unidos da América, e como o terceiro com mais diagnósticos de infeção, atrás dos norte-americanos e da Índia.

O Brasil, com 212 milhões de habitantes, é também o segundo país com mais óbitos e casos registados nas últimas 24 horas, superado apenas pela Índia.

Apesar de os números permanecerem elevados, as mortes por covid-19 no Brasil vêm diminuindo lenta e gradualmente, após o pico da segunda vaga da pandemia no país, que foi registado em março e abril deste ano, quando a nação atingiu mais de 4.000 óbitos diários e chegou às 100.000 infeções por dia.

A taxa de incidência da covid-19 em solo brasileiro é agora de 209 mortes e 7.487 casos por 100 mil habitantes e a taxa de letalidade permanece fixada em 2,8%.

São Paulo, o estado mais rico e populoso do país, é o foco da pandemia no país desde que o primeiro caso foi registado, há cerca de 15 meses, concentrando 3.112.624 infeções e 105.105 vítimas mortais.

Os especialistas acreditam que os índices de mortalidade e contágio da doença no país sul-americano continuarão nos patamares atuais até que o Ministério da Saúde consiga avançar mais rapidamente no processo de vacinação, que decorre a um ritmo lento devido à escassez de imunizantes.

O Brasil atingiu hoje a marca de 90 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 distribuídas no país, informou o Ministério da Saúde na rede social Twitter. Contudo, desse total distribuído, cerca de 53,2 milhões de doses haviam sido aplicas até ao final do dia de segunda-feira, ainda segundo dados do executivo.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.391.849 mortos no mundo, resultantes de mais de 163,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

MYMM // RBF

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Pandemia já matou pelo menos 4,09 milhões de pessoas no mundo

A pandemia de covid-19 matou, até hoje, pelo menos 4.093.263 pessoas no mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais.

Quatro portugueses detidos em Espanha por suposta violação de duas mulheres

Redação, 24 jul 2021 (Lusa) -- A polícia espanhola anunciou ter detido hoje quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país.

Polícia moçambicana detém militares em ajuntamento a beberem álcool e armados

Maputo, 24 jul 2021 (Lusa) -- A polícia moçambicana deteve na sexta-feira militares que bebiam álcool armados e fardados na cidade de Pemba, norte do país, num aglomerado, à noite, violando as medidas de prevenção de covid-19, anunciaram hoje as autoridades.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

O efeito do observador - Centro de...