Info

Covid-19: Portugal é o país da UE com menos novos casos diários por milhão de habitantes

Covid-19: Portugal é o país da UE com menos novos casos diários por milhão de habitantes
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal é o país da União Europeia com menos novos casos diários de infeção por SARS-CoV-2 e continua entre os com menos mortes por milhão de habitantes nos últimos sete dias, segundo o 'site' estatístico Our World in Data.

Desde a semana passada, Portugal desceu em número de novos casos por milhão de habitantes para 32,29, muito longe do país em pior situação, Chipre, com uma média de 499 novos casos diários.

Em relação à média de mortes por milhão de habitantes atribuídas à covid-19 nos últimos sete dias, Portugal aumentou ligeiramente na última semana de 0,17 para 0,21, igual à Finlândia e quatro centésimas acima da Dinamarca, que é o país com a média inferior.

Apesar de ter descido em número de novos casos diários por milhão de habitantes, Chipre é o país da União Europeia (UE) com o valor mais elevado neste indicador, encontrando-se nos 499, seguido da Suécia (483,6), Países Baixos (438,6), Lituânia (427,5) e Croácia (324,4).

A Croácia, com 9,99 novas mortes diárias por milhão de habitantes atribuídas à covid-19 nos últimos sete dias, é o estado-membro com pior situação neste indicador, seguida da Bulgária (8,9), Grécia (7,8), Polónia (7,3) e Eslováquia (6,6).

A média móvel da UE para novas mortes diárias está em 3,73 (desceu de 4,46 na semana passada) e a mundial em 1,66 (desceu de 1,71).

Quanto a novos casos diários, a média móvel da UE é 185 (desceu de 222,8 na semana passada) e a mundial é 99,9 (estava em 104,11).

Em relação a vacinas, Malta tem 25 por cento da sua população completamente vacinada, Dinamarca e Lituânia cerca de 14% e Portugal 10,84%, a mesma média da UE.

O país do mundo com mais novos casos diários por milhão de habitantes é o Bahrain (844,5), seguido do Uruguai (748,1), Cabo Verde (532,6), Chipre, e Suécia.

Em relação a novas mortes por dia por milhão de habitantes atribuídas à covid-19, o Uruguai está na pior situação (16,3), seguida da Hungria (11,8), Paraguai (11,1), Macedónia do Norte (10,7) e Bósnia e Herzegovina (10,4).

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.294.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 158,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.993 pessoas dos 839.740 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

+ notícias: País

Portugal com seis mortes, 1.020 casos e mais de 100 internados em cuidados intensivos por Covid-19

Portugal registou nas últimas 24 horas seis mortes associadas à covid-19, 1.020 novos casos de infeções confirmadas pelo coronavírus SARS-CoV-2 e um novo aumento nos internamentos, ultrapassando hoje os 100 nos cuidados intensivos.

Padre Lino Maia afirma que "ainda há pessoas por vacinar em lares e isso causa problemas (surtos)"

O Padre Lino Maia, Presidente Nacional das Instituições de Solideriedade, falou, em declarações ao Porto Canal, sobre os surtos nos lares e disse que "o processo de vacinação está a correr, mas ainda têm pessoas por vacinar e isso causa problemas, porque se a vacina não é eficaz, provoca instabilidades nos lares e insegurança nas pessoas".

Ministra da Saúde afasta limitação de visitas a lares

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou hoje que não há necessidade de voltar a limitar as visitas a lares de idosos, advogando que as pessoas vacinadas contagiadas com o novo coronavírus desenvolvem "uma doença muito mais moderada".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.