Info

Covid-19: Hospitais têm autonomia nos subsídios de risco dos enfermeiros

| País
Porto Canal com Lusa

Fafe, Braga, 05 mai 2021 (Lusa) - O secretário de Estado Adjunto e da Saúde afirmou hoje que as administrações dos centros hospitalares têm autonomia para indicar os enfermeiros com direito a receberem o subsídio de risco 'covid'.

"O subsídio de risco está muito bem regulamentado, portanto, qualquer ajuste que tenha de ser feito será feito a nível local e não de regulamentação. Os centros hospitalares têm autonomia para designar quem são as pessoas que estão na linha da frente para receberem o subsídio de risco", explicou Lacerda Sales, em declarações aos jornalistas.

Em abril, o Sindicato dos Enfermeiros de Portugal acusou o Centro Hospitalar do Algarve de dificultar o pagamento do subsídio de risco 'covid', ao excluir os profissionais com menos de metade do tempo global mensal afeto à atividade covid-19.

Por seu turno, o Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (SINDEPOR) saudou o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra por alargar o âmbito do subsídio de risco covid-19, mas defendeu a atribuição desse suplemento a todos os enfermeiros.

Falando em Fafe, no distrito de Braga, onde hoje se reuniu com autarcas para tratar de assuntos da pandemia de covid-19, o governante referiu que o Governo tem conversado com os sindicatos, admitindo haver "sempre alguma insatisfação".

"Nós tentamos sempre melhorar. O subsídio de risco é atribuído bimestralmente a pessoas que estejam em contacto direto na área covid, é isso que tem estado a ser feito" acrescentou.

O secretário de Estado anotou, depois, haver "uma proporcionalidade em relação aos dias que [os enfermeiros] estiveram nas áreas dedicadas à covid".

"O que estamos a fazer é ajustar este subsídio, no sentido de que, se num mês as coisas não correram tão bem, no mês seguinte podemos reajustar", sinalizou, recordando que "o modelo de subsídio de risco é similar ao prémio de desempenho atribuído no final do ano passado".

Lacerda Sales disse ter "toda a confiança nos conselhos de administração que fazem a definição, não é a tutela".

"Nós regulamentámos e, obviamente, são os conselhos de administração que, depois, fazem essa atribuição", reforçou.

APM // ZO

Lusa/fim

+ notícias: País

Portugal regista três mortes e o maior número de casos desde fevereiro. 1.497 novos casos de infeções por Covid-19

Portugal registou nas últimas 24 horas três mortes associadas à covid-19, 1.497 novos casos de infeções confirmadas, o maior número desde 24 de fevereiro, e uma diminuição nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

CEO da Ryanair afirma que "apoio à TAP não é investimento mas 'impostos deitados na sanita' da companhia" 

O presidente da Ryanair, Michael O'Leary, defendeu hoje que o apoio estatal à TAP não é um investimento, mas sim impostos cobrados aos contribuintes "deitados na sanita" da companhia aérea e acusou o ministro Pedro Nuno Santos de dizer "falsidades".

Incidência ultrapassa os 120 casos por 100 mil habitantes em todo o território

A incidência da infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental subiu para 129,6 casos por 100.000 habitantes e na totalidade do território que se situa agora nos 128,6, revelam dados oficiais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS