Info

Lucros da petrolífera Aramco sobem 30% para 18.000 ME no 1.º trimestre

| Economia
Porto Canal com Lusa

Riade, 04 mai 2021 (Lusa) - A petrolífera saudita Aramco obteve lucros líquidos de 21.717 milhões de dólares (18.000 milhões de euros) no primeiro trimestre, mais 30% do que no mesmo período de 2020, quando os efeitos da pandemia se começaram a fazer sentir.

Segundo o relatório de resultados publicado hoje pela empresa, as receitas entre janeiro e março atingiram 80.042 milhões de dólares, mais 19,9% do que no mesmo período do ano passado (66.759 milhões de dólares).

A Aramco explica que o aumento se deve principalmente ao facto de o mercado petrolífero estar "mais forte" e às "margens mais elevadas da refinação e produtos químicos, que compensaram parcialmente a menor produção", bem como os "preços mais elevados do petróleo e um melhor ambiente económico".

No primeiro trimestre, a companhia petrolífera estatal saudita atingiu uma produção média de 11,5 milhões de barris por dia de hidrocarbonetos, dos quais 8,6 milhões de barris eram petróleo. O preço médio era de 60,2 dólares por barril.

O lucro operacional para o período cresceu 17% para 40.368 milhões de dólares.

A Aramco pagou um dividendo de 18.800 milhões de dólares para os resultados do último trimestre de 2020 e anunciou hoje outro dividendo do mesmo montante em relação aos resultados do primeiro trimestre, que irá pagar no segundo trimestre de 2021.

"Enquanto alguns ventos contra permanecem, estamos bem posicionados para satisfazer as crescentes necessidades energéticas mundiais à medida que as economias começam a recuperar", disse o chefe executivo da empresa, Amin Nasser, em declarações no relatório de contas do ano passado.

MC // MSF

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Costa afirma que Governo ultrapassou "alergia" de Bruxelas a novas estradas

O primeiro-ministro afirmou hoje que o Governo ultrapassou "a alergia" de Bruxelas face a investimentos em novas rodovias no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), apresentando um conjunto de "pequenas grandes obras" com elevado potencial económico.

Pesca da sardinha reabre hoje após quase sete meses

A pesca da sardinha reabre hoje, após quase sete meses de interdição, com um limite de 10.000 toneladas que deverá ser revisto em junho.

Algarve recebe 20 aviões de turistas para estadias na segunda-feira mas adeptos da final da Liga dos Campeões não podem pernoitar no Porto. Turismo Porto e Norte não compreende

Luís Pedro Martins, Presidente do Turismo Porto e Norte, afirma que não consegue "deslumbrar uma razão" pela qual os adeptos da final da Liga dos Campeões, a decorrer no Estádio do Dragão no Porto, no dia 29 de maio, não possam pernoitar na cidade, sendo que estão previstos 20 aviões de turistas para estadias no Algarve já para o dia 17 de maio.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m