Info

Covid-19: Grécia bate recorde de pacientes entubados

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Atenas, 13 abr 2021 (Lusa) -- A Grécia registou hoje um novo recorde de pacientes infetados com covid-19 entubados, assim como o maior número de mortes em 24 horas deste ano.

No país há hoje 802 pacientes ligados a ventiladores - pela primeira vez em toda a pandemia superam-se os 800 - um sinal da grande pressão enfrentada pelas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) helénicas há várias semanas.

Além disso, morreram nas últimas 24 horas 93 pessoas, o que totaliza 9.054 óbitos desde o início da pandemia.

Ainda hoje, foram registadas 4.033 novas infeções, das quais cerca de metade (1.812) ocorreram na região capital de Ática, totalizando 301.103 casos confirmados.

Apesar destes números, na semana de 05 a 11 de abril, a presença do SARS-CoV-2 nas águas residuais da capital diminuiu em 33%.

No entanto, noutras zonas do país a carga viral nas águas aumentou consideravelmente, como em Chania, na ilha de Creta, onde cresceu 50%, ou em Xanthi, no norte do país, onde subida foi considerável chegando aos 196%.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.947.319 mortos no mundo, resultantes de mais de 136,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

AXYG // FPA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Variante Delta representa 90% de casos na UE até final de agosto e mais mortes

A variante Delta do SARS-CoV-2 representará 90% das novas infeções na Europa até final de agosto e um aumento nos internamentos e mortes, estimou hoje o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), pedindo rápida vacinação.

AstraZeneca admite que tratamento com anticorpos não provou eficácia

A farmacêutica AstraZeneca admitiu hoje um retrocesso no desenvolvimento de um tratamento com anticorpos para a covid-19, uma vez que não ficou provada a sua eficácia nos ensaios clínicos em pessoas que foram expostas ao vírus.

Bolsonaro exonera Ministro do Meio Ambiente do Brasil Ricardo Salles

Brasília, 23 jun 2021 (Lusa) - O ministro do Meio Ambiente do Brasil, Ricardo Salles, cuja gestão foi marcada por várias polémicas, foi hoje exonerado pelo Presidente, Jair Bolsonaro, que nomeou para o cargo Joaquim Alvaro Pereira Leite.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS