Info

CDU critica regras para cabelo, barba e adornos dos Bombeiros Sapadores de Braga

| Norte
Porto Canal com Lusa

A vereadora da CDU na Câmara de Braga, Bárbara Barros, criticou hoje um artigo do Regulamento Interno dos Bombeiros Sapadores do concelho sobre “cabelo, barba e adornos” dos efetivos, considerando que “mexe com direitos e questões constitucionais”.

Falando durante a reunião do executivo, Bárbara Barros disse que aquele artigo contém “considerações exageradas” sobre a apresentação física dos bombeiros, com pormenores “que não farão diferença no serviço, mas já o farão no direito individual de cada um”.

Na resposta, o vereador da Proteção Civil, Altino Bessa, disse que o objetivo é “salvaguardar o interesse, a segurança e a saúde” dos próprios bombeiros e das populações que servem.

Em causa está o artigo “Cabelo, barba e adornos”, que estipula que o cabelo dos bombeiros masculinos e femininos deve apresentar-se “limpo e cuidado”.

Em relação às mulheres, diz ainda que o cabelo, quando solto, não deve ultrapassar a base do colarinho da camisa, ou então deve ser apanhado na nuca.

Estipula também que o uso de barba “não pode prejudicar a utilização de equipamentos, nomeadamente os de proteção individual”.

Já quanto ao uso de fios, adornos exteriores, pulseiras, anéis, brincos e ‘piercings’, o regulamento diz que “não pode prejudicar o uso adequado de equipamentos de proteção individual nem pôr em causa a segurança dos profissionais e do público”.

“Vai um pouco além daquilo que deveria fazer parte das preocupações do regulamento, mexe com direitos e questões constitucionais”, referiu Bárbara Barros.

O vereador da Proteção Civil disse que o artigo em questão “foi muito atenuado”, porque havia inicialmente “uma posição um bocadinho mais dura”, enquanto os sindicatos “queriam muita mais flexibilidade”.

Segundo Altino Bessa, o objetivo não é impor “qualquer tipo de restrições à liberdade individual”, mas sim salvaguardar a segurança e saúde de todos.

Deu como exemplo os adornos, que disse serem “empecilhos que podem causar perturbações”.

Adiantou que, inicialmente, “até se levantou a questão das tatuagens”, que acabou por não constar no regulamento.

O regulamento em causa foi hoje aprovado, com os votos favoráveis da maioria PSD/CDS e com a abstenção de PS e CDU.

“É um momento histórico para os Sapadores”, disse Altino Bessa, considerando que a corporação tem pela primeira vez um regulamento ao fim de mais de 200 anos de vida.

Além da questão da apresentação física, a vereadora da CDU criticou ainda o facto de o regulamento ditar que o pessoal “tem a seu cargo” a aquisição dos seus artigos de higiene pessoal, como escovas de dentes, pentes, pastas dentífricas, cremes, champô, gel de banho e sabonetes.

O regulamento foi discutido com sindicatos e com os próprios profissionais, para, segundo Altino Bessa, se conseguir um documento “o mais enxuto possível”.

+ notícias: Norte

Norte Litoral entre os munícpios com mais desemprego e mais atingidos pela pandemia

Os municípios com mais desemprego são os mais afetadas pela pandemia, segundo um estudo da Escola Nacional de Saúde Pública, que mostra que os mais atingidos são sempre os mesmos 20 concelhos, maioritariamente da região norte litoral.

Homem colhido mortalmente por comboio em Famalicão

Um homem foi hoje colhido mortalmente por um comboio em Calendário, Vila Nova de Famalicão, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Braga.

Arrendamento de escritórios cai 17% no Grande Porto em 2020

As áreas arrendadas para escritórios em 2020 diminuíram 29% na Grande Lisboa e 17% no Grande Porto, prevendo a Cushman & Wakefield uma manutenção do abrandamento da procura este ano, com "início de recuperação" no segundo semestre.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m