Info

Covid-19: Vila Velha de Ródão testa todos os setores que contactam com público

| País
Porto Canal com Lusa

Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, 01 fev 2021 (Lusa) - A Câmara de Vila Velha de Ródão alargou a campanha de testagem à covid-19 a todos os setores de atividade que estão em contacto com o público e que pretendam fazer o teste, foi hoje anunciado.

"A iniciativa abrange os profissionais de vários setores de atividade, como, por exemplo, os elementos dos Bombeiros Voluntários de Vila Velha de Ródão, os motoristas de táxi ou os comerciantes e lojistas do concelho, entre outros profissionais cuja atividade implique um contacto direto com o público", explica, em comunicado, este município do distrito de Castelo Branco.

Depois de promover a realização de testes em instituições de apoio a idosos e à comunidade escolar, a autarquia decidiu agora testar todos aqueles que contactam com o público.

Para o efeito, o município adquiriu mais mil testes rápidos à presença do vírus SARS-COV-2 e realizou uma parceria com a Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (ESALD) de Castelo Branco, para que os técnicos e alunos daquela instituição de ensino superior possam realizar estas testagens em ambiente controlado.

"A testagem será gratuita e a sinalização e contacto com os potenciais testados será da responsabilidade do município de Vila Velha de Ródão, sendo os resultados comunicados apenas aos próprios e garantida a proteção da privacidade e dos dados pessoais dos testados", lê-se na nota.

A autarquia refere ainda que todos aqueles que reunirem as condições indicadas para integrar esta campanha de testagem e não tiverem sido contactados, podem entrar em contacto com o município, através do telefone 272540300 ou do 'e-mail' geral@cm-vvrodao.pt.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 12.482 pessoas dos 720.516 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

CCC // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais 677 infeções, cinco mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 677 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, cinco mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

Estudo revela que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19

Um estudo realizado durante um ano, por um grupo de investigadores do Instituto de Investigação do Medicamento, da Faculdade de Fármacia da Universidade de Lisboa, revelou que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19.

Marta Temido: "Há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19"

A Ministra da Saúde, Marta Temido, avisa que "há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19" e alerta que "a máscara não é para deitar fora".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS