Info

Covid-19: Hospitais do Centro com mais 60 internados em enfermaria

| País
Porto Canal com Lusa

Coimbra, 01 fev 2021 (Lusa) - Os hospitais da região Centro registaram no domingo mais 60 internamentos em enfermaria e menos três em unidades de cuidados intensivos, informou hoje a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

Até às 23:59 de domingo, as unidades de saúde da região contabilizavam 1.329 internados em enfermaria e 133 em unidades de cuidados intensivos, dos quais 100 ventilados.

As taxas de ocupação estão a 94% e 90%, em enfermarias e cuidados intensivos, respetivamente.

Segundo a ARSC, abriram 13 camas em enfermaria e foram reduzidas duas em unidades de cuidados continuados.

De acordo com aquele organismo de administração descentralizada do Ministério da Saúde, foram ainda registados 43 óbitos em ambiente hospitalar.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 12.482 pessoas dos 720.516 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

AMV // SSS

Lusa/fim

+ notícias: País

Mais 677 infeções, cinco mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 677 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, cinco mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

Estudo revela que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19

Um estudo realizado durante um ano, por um grupo de investigadores do Instituto de Investigação do Medicamento, da Faculdade de Fármacia da Universidade de Lisboa, revelou que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19.

Marta Temido: "Há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19"

A Ministra da Saúde, Marta Temido, avisa que "há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19" e alerta que "a máscara não é para deitar fora".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS