Info

António Costa não acredita em aulas presenciais dentro de 15 dias, alternativa é ensino online

| País
Porto Canal com Lusa

 O primeiro-ministro afirmou hoje que não acredita que as aulas presenciais possam ser retomadas no espaço de 15 dias face à evolução da situação epidemiológica do país e adiantou que a alternativa será o ensino "online".

Esta convicção foi transmitida por António Costa no final do programa "Circulatura do Quadrado", na TVI-24, moderado pelo jornalista Carlos Andrade, com a participação habitual da líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, do antigo dirigente do PSD Pacheco Pereira e do membro do Conselho de Estado António Lobo Xavier.

"Não acredito que daqui a 15 dias se regresse ao ensino presencial", declarou o líder do executivo, que também adiantou que o Governo não repetirá a medida que tomou na sexta-feira passada no sentido de decretar uma interrupção no ano letivo, com compensações nos períodos tradicionais de férias.

"Por isso, devemos retomar o ensino online", admitiu António Costa.

No programa, após críticas feitas pelo antigo dirigente do CDS António Lobo Xavier às posições assumidas pelo ministro da Educação a propósito da suspensão das aulas presenciais, o líder do executivo saiu em defesa de Tiago Brandão Rodrigues.

"Ninguém proibiu ninguém de ter o ensino online", advogou António Costa, recusando que o seu executivo entre "numa discussão fantasma" e que haja "preconceitos" em relação ao ensino do setor privado.

+ notícias: País

Mais 927 casos de Covid-19 e mais três mortes nas últimas 24h em Portugal

Portugal regista hoje mais 927 casos confirmados de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, três mortes associadas à covid-19 e nova descida nos internamentos em enfermaria e nos cuidados intensivos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Fenprof e FNE convocam greve nacional de professores para 05 de novembro

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e a Federação Nacional da Educação (FNE) anunciaram hoje que vão convocar uma greve nacional de professores para o dia 05 de novembro, uma semana antes da greve nacional da função pública.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS