Info

Covid-19: Brasil ultrapassa 220 mil mortes após somar 1.283 óbitos em 24 horas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Brasília, 27 jan 2021 (Lusa) - O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 220 mil mortes (220.161) devido à covid-19, após somar 1.283 óbitos nas últimas 24 horas, informou o Ministério da Saúde brasileiro no seu último boletim epidemiológico.

Em relação às infeções, o número de casos detetados entre terça-feira e hoje ascendeu a 63.520, totalizando 8.996.876 pacientes diagnosticados desde o início da pandemia, registada oficial no Brasil no final de fevereiro último.

Assim, a taxa de incidência da covid-19 em território brasileiro é hoje de 105 mortes e 4.281 casos por cada 100 mil habitantes.

No Brasil, país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, o foco da pandemia é o Estado de São Paulo, que, sozinho, é responsável por mais de 1,7 milhões de casos positivos (1.731.294) e concentra 52.170 vítimas mortais.

Outra das unidades federativas mais afetadas pelo novo coronavírus é Minas Gerais (mais de 707 mil casos e 14.544 mortos), que, apesar de ter registado um recorde de óbitos (216) nas últimas 24 horas, autorizou hoje o funcionamento de todas as atividades não essenciais.

"Nós entendemos que esta mudança tem condição de ser mais perene, de ser mais duradoura, permitirá que aquelas atividades que estão fechadas há muito tempo, tenham algum fôlego, retornem, preservando postos de trabalho. A atividade económica, assim como o trabalho, são comemorativos e são indicadores da saúde, temos de lembrar disso", disse o secretário estadual de Saúde, Carlos Eduardo Amaral.

Os protocolos a serem adotados em cada cidade vão variar conforme a "onda" em que cada uma se insere, sendo a vermelha a mais restritiva e a verde a com menos impedimentos.

Com a mudança, eventos com até 30 pessoas poderão ocorrer nas cidades que estão na onda vermelha do programa estadual; com 100 pessoas na onda amarela e 150 na verde. Hotéis poderão funcionar com 50% de ocupação na onda vermelha, 75% na amarela e 100% na onda verde.

O secretário acrescentou ainda que, neste momento, os municípios de Minas Gerais deverão fiscalizar o cumprimento dos protocolos sanitários e que poderão contar com apoio da Polícia Militar.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.159.155 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

MYMM//RBF

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Nova variante do coronavírus chama-se Omicron e é de preocupação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou hoje como "de preocupação" a nova variante B.1.1.529 do coronavírus que causa a covid-19, detetada pela primeira vez na África do Sul, e designou-a pelo nome Omicron.

Líbia: Tribunal restabelece candidatura de filho de Kadhafi às presidenciais (media)

Tripoli, 02 dez 2021 (Lusa) -- O Tribunal de Recurso de Sabha (sul da Líbia), restabeleceu hoje a aprovação formal da candidatura de Seif al-Islam Kadhafi, filho do antigo ditador Muammar Kadhafi, às eleições presidenciais de 24 deste mês, indicou a imprensa local.

Covid-19: Itália vai começar a vacinar crianças a partir de 16 de dezembro

Roma, 02 dez 2021 (Lusa) -- A Itália vai começar a vacinar crianças entre os cinco e 12 anos contra a covid-19 a partir de 16 de dezembro, anunciou hoje o gabinete do comissário especial designado pelo governo para gerir a pandemia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS