GNR detém mulher que roubou homem em Seia com recurso a uma seringa

| País
Porto Canal com Lusa

Seia, Guarda, 25 jan 2021 (Lusa) - A GNR deteve uma mulher de 46 anos, em flagrante delito, por alegadamente ter roubado dinheiro a um homem, com 76 anos, sob ameaça de uma seringa, no concelho de Seia, distrito da Guarda, foi hoje anunciado.

Segundo o Comando Territorial da GNR da Guarda, a mulher foi detida no sábado, através do Posto Territorial de Seia, e foi hoje presente ao Tribunal Judicial daquela cidade para primeiro interrogatório e aplicação de eventuais medidas de coação.

"No decorrer de uma denúncia, os militares da Guarda deslocaram-se de imediato para o local, onde foi possível apurar que a suspeita ameaçou a vítima, um homem de 76 anos, no interior da sua viatura, com uma seringa, alegando estar contaminada com Sida (Síndrome de Imunodeficiência Adquirida)", relata a GNR em comunicado enviado à agência Lusa.

A fonte refere que, "após ter retirado dinheiro à vítima, a suspeita colocou-se em fuga, tendo sido intercetada e detida pelos militares da Guarda".

No momento da detenção, a GNR apreendeu uma faca e uma seringa que estavam na posse da mulher.

A detida, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, foi presente ao Tribunal Judicial de Seia, ficando sujeita a termo de identidade e residência.

 

ASR // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Liga dos Bombeiros levanta dúvidas sobre a independência e eficácia da nova comissão

Os grandes incêndios deste Verão, como o da Serra da Estrela, vão ser investigados pela Comissão Nacional para a Gestão Integrada de Fogos Rurais, criada em Março do ano passado. O presidente da Liga dos Bombeiros, António Nunes, levanta dúvidas sobre a independência e eficácia desta Comissão e diz mesmo que quase consegue adivinhar as conclusões dos trabalhos.

Mais de mil operacionais e doze meios aéreos combatem fogo na serra da Estrela

Doze meios aéreos estão hoje de manhã a ajudar no combate ao incêndio na serra da Estrela, onde se encontram mais de mil operacionais, segundo o 'site' da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Incêndios: Cerca de 80 concelhos do interior Norte, Centro e Alto Alentejo em risco máximo

Cerca de 80 concelhos dos interior Norte e Centro e Alto Alentejo estão hoje em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).