Info

Portugal com mais 159 mortes, novo máximo de óbitos relacionados com a Covid-19 em 24 horas

Portugal com mais 159 mortes, novo máximo de óbitos relacionados com a Covid-19 em 24 horas
| País
Porto Canal

Portugal contabilizou hoje 159 mortes, um novo máximo de óbitos relacionados com a covid-19 em 24 horas, e 10.663 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da DGS indica ainda que estão internadas 4.560 pessoas, mais 192 do que na quinta-feira, das quais 622 em cuidados intensivos, ou seja, mais 11, em ambos os casos, também novos máximos.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, Portugal já registou 8.643 mortes associadas à covid-19 e 528.469 infeções pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 125.861 casos, mais 4.046 do que na quinta-feira.

Segundo os dados da DGS, 71% dos novos casos registados hoje estão nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Norte.

As autoridades de saúde têm em vigilância 142.740 contactos, mais 3.748 relativamente ao dia anterior.

O boletim revela ainda que 6.458 pessoas foram dadas como recuperadas.

Desde o início da epidemia em Portugal, em março, já recuperaram 394.065 pessoas.

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com 21 mortes nas últimas 24 horas, o valor mais elevado desde março

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2.535 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 21 mortes atribuídas à covid-19, registando-se uma ligeira redução dos internamentos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Visitas a lares e unidades de saúde possível com autoteste desde que supervisionado

As visitas a lares de idosos, estruturas de cuidados continuados ou utentes internados em unidades de cuidados de saúde podem ser feitas com recurso a autotestes, realizados no local ou até 24 horas antes, desde que o processo seja supervisionado.

Motorista de ministro da Administração Interna acusado de homicídio por negligência

O motorista do carro onde seguia o ministro da Administração Interna e que atropelou mortalmente um trabalhador na A6 foi acusado de homicídio por negligência, segundo despacho de acusação do Ministério Público hoje divulgado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS