Info

Portugal com 148 mortos e 10.698 casos, novo máximo de infeções por Covid-19

Portugal com 148 mortos e 10.698 casos, novo máximo de infeções por Covid-19
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal regista hoje 148 mortes relacionados com a covid-19 e 10.698 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o valor diário de infeções mais elevado desde o início da pandemia, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de casos de hoje ultrapassa o de quarta-feira, dia em que Portugal registou 10.556 infeções.

O boletim epidemiológico da DGS indica ainda que estão internadas 4.368 pessoas, mais 128 do que na quarta-feira, das quais 611 em cuidados intensivos, ou seja, mais 15.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, Portugal já registou 8.384 mortes associadas à covid-19 e 517.806 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 121.815 casos, mais 5.487 do que na quarta-feira.

Segundo os dados da DGS, 70,4% dos novos casos registados hoje estão nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Norte.

As autoridades de saúde têm em vigilância 138.992 contactos, mais 8.105 relativamente ao dia anterior.

O boletim revela ainda que 5.063 pessoas foram dadas como recuperadas.

Desde o início da epidemia em Portugal, em março, já recuperaram 387.607 pessoas.

Relativamente às 148 mortes registadas nas últimas 24 horas, 71 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 35 na região Norte, 29 na região Centro, nove no Alentejo, duas na região do Algarve e duas na Região Autónoma da Madeira.

Ainda segundo o boletim da DGS, na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 4.071 novas infeções, contabilizando-se até agora 171.618 casos e 2.981 mortes.

A região Norte registou 3.461 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, a região Norte já registou 245.670 casos de infeção e 3.604 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 2.128 casos, acumulando-se 67.312 infeções e 1.298 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 520 casos, totalizando 16.725 infeções e 356 mortos desde o início da epidemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 400 novos casos, somando 11.382 infeções e 101 mortos.

A Madeira registou 61 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 2.317 infeções e 22 mortes devido à covid-19.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 57 novos casos nas últimas 24 horas, somando 2.782 infeções e 22 mortos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 232.948 homens e 284.689 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 169 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 4.360 eram homens e 4.024 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguido da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Entre os 50 e os 79 anos já morreram desde o inicio da pandemia 2.641 pessoas (1.735 homens e 906 mulheres).

Na faixa etária entre os 40 e os 49 morreram 52 homens e 27 mulheres, entre os 30 e os 39 há registo da morte de nove homens e sete mulheres e entre os 20 e os 29 anos os dados apontam para a morte de três homens e três mulheres.

Já no que respeita à faixa etária entre os 10 e os 19 anos há registo da morte de um homem e de uma mulher, desde o inicio da pandemia em março, e dos 0 aos 9 anos verificou-se até agora a morte de uma menina.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.979.596 mortos resultantes de mais de 92,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

+ notícias: País

Portugal regista mais 2898 casos de Covid-19 e mais 13 mortes nas úlltimas 24h

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2.898 casos confirmados de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 13 mortes atribuídas à covid-19, bem como mais 75 pessoas internadas com a doença, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Portugueses retidos em Marrocos pedem voo de repatriamento 

Depois do fecho das fronteiras de Marrocos, várias dezenas de portugueses ficam retidos e, segundo apurou o Porto Canal, pedem um voo de repatriamento. Em declarações ao Porto Canal, os portugueses retidos tentam encontrar soluções, mas muitas delas com custos insuportáveis.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.