Info

Covid-19: Vacinação em lares arranca na próxima semana em 25 concelhos

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 29 dez 2020 (Lusa) -- A vacinação contra a covid-19 nos lares de idosos vai arrancar na próxima semana nos 25 concelhos com um nível de risco extremamente elevado, onde foram identificadas 150 estruturas, anunciou hoje a ministra da Saúde.

Em conferência de imprensa ao final da tarde, Marta Temido explicou que a prioridade de vacinação contra a covid-19 nos lares de idosos e unidades de cuidados continuados integrados foi definida com base no mapa de risco.

Os primeiros a receber a vacina a partir de segunda-feira, quando está prevista a chegada a Portugal de mais doses, são as 150 estruturas identificadas nos 25 concelhos com risco extremamente elevado.

Por região, são 11 no Norte, cinco no Centro, um em Lisboa e Vale do Tejo e oito no Alentejo.

Na semana seguinte, a partir de 11 de janeiro, a vacinação avança para os lares de idosos dos restantes concelhos.

 

MYCA // HB

Lusa/Fim

+ notícias: País

Mais 677 infeções, cinco mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 677 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, cinco mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

Estudo revela que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19

Um estudo realizado durante um ano, por um grupo de investigadores do Instituto de Investigação do Medicamento, da Faculdade de Fármacia da Universidade de Lisboa, revelou que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19.

Marta Temido: "Há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19"

A Ministra da Saúde, Marta Temido, avisa que "há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19" e alerta que "a máscara não é para deitar fora".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS